12 de fev de 2014

Um Pouco da Vida do Shiro

Yoo' Mina-san, Eu aqui \ô/


Aloha Cachicolzinhos, eu aqui nessa manhã ensolarada com poucas nuvens. Trazendo mais um post depois de um tempo. Como eu disse que minha rotina seria agitada eu não imagina que seria tanta agitada assim. Pois estou trabalhando e estudando, colocando no papel, eu pego na escola 7:00 saiu 12:20. Chego em casa 12:40. Pra 14:00 eu ir pro trabalho e só volta 22:00. Então tenho pouco tempo pra fazer post e ver animes. Hoje como não tiver aula eu consegui entra aqui mesmo com a internet saindo e voltando. E nessa volta repentina eu decidir falar um pouco da minha vida e explica algumas coisas e falar de algumas pessoas que me inspiram sempre.  

Bom minha infância foi um pouco diferente das outras crianças, quando eu tinha uns 8 ou 9 anos, e as crianças estavam brincando na rua de pique pega ou pique esconde ou esconde esconde. Eu estava em casa lendo livros ou brincando sozinho com meus bonecos. Fui uma criança bastante anti-social mesmo. Eu não conseguia me comunicar com outras crianças, não conseguia fazer amigos, e varias vezes, quase todo ano o professor(a). Mandava minha mãe me levar no psicologo pra tenta entender o porque eu era assim, eu não sei explica ao certo o porque eu era assim, mas eu realmente não conseguia interagir com outras crianças, pra falar a verdade eu preferia conversa com os avós delas ou pais. O problema é que antigamente uma criança de 9 anos conversa com um adulto já era motivo de apanha, por eu esta me "metendo" nos assuntos dos mais velhos, então eu não apanhava dos meus pais, porém ouvia muito deles. Sendo que hoje tem crianças de 9 anos que sabe mais que adultos de 29. meio exagerado eu sei. Então desde pequeno eu sempre fui assim, muito serio e bem chato. Eu tinha uma mania que parei ainda bem, de me sentir superior as outras crianças, pois eu era bom em escreve e entendia as coisas rápidos. Porém eu tinha meus motivos pra isso, um exemplo da minha 3º serie do fundamental, eu tinha terminado o dever de aula levei pra professora ela olhou e mandou eu senta. Já o garoto que estava atras de mim ela deu uma estrelinha e escreveu "muito bem". Eu queria uma estrelinha. professora vaca

Agora saindo dessa parte da minha infância que eu acho que tá bom, pois só queria alguma coisa pra puxar pro assunto que irei falar agora. Depois de algumas anos, quando eu fiz 14 anos, eu meio que levei um "choque" de realidade, eu comecei a ver o mundo de outra maneira , entender as pessoas que estavam ao meu redor o modo que cada uma falava e tudo mais. E em meio a tudo isso eu vi algumas coisas. Eu vi que colegas meus que eram meio avoados na vida, começaram a namorar, melhor que todos ao meu redor estavam namorando. E eu cai nessa armadilha da idade. Eu também comecei a namora, o problema é que como eu já disse eu sou uma pessoa seria, e tenho senso critico maior do que minha língua, e a minha ex namorada era meio avoada também. Eu comecei a gosta dela e decidir namorar com ela, só que não deu muito certo por motivos meio lógicos. Eu tinha 14 anos e eu já pensava em casar, ter uma familia, uma casa um cão ou gato, e ela não... Ela só queria um namoro de "idade" namoro de idade no sentido de que só queria curti. Então eu comecei por amor, e terminei por falta dele. Mas olha como o destino e engraçado, depois de 2 anos eu conheci uma garota, que gostava de animes, teatro, cinema, musicas, vocaloid entre outras coisas. E pensei "Meu Deus, será que vai dessa vez". Bom eu não sou tímido, porém não sou muito de conversa com pessoas da minha idade, e eu já estava gostando dela fazia um tempo. E sem saber como chegar nela eu tiver a maior ideia mais idiota do seculo. Eu virei e disse "Angell vou vira gay", não rir, eu falei isso. Claro foi uma brincadeira, porém começou nisso eu zoando dizendo que ia virar gay e ela dizendo que não. Até que eu roubei um beijo dela e pedir ela em namoro, sim foi meio direto assim mesmo, e depois que ela aceitou foi tipo, querer se jogar na janela da escola sendo que eu estava no 3º andar. Ai fui na casa dela, pedi a avó, a mãe, o pai, o avó, os tios e tias. Sim a familia dela e grande mesmo. E olha só 8 meses já se passaram. Mas como eu disse antes, por eu ser uma pessoa seria, eu pensava/penso como meu avó "só namora se for pra casar", e hoje eu sou feliz por saber que a minha namorada tem o mesmo pensamento que eu sobre isso, ela quer casar, ter uma familia, um gato ou dois. Eu sei que sou estranho, tenho 16 anos ela 17 e eu já penso nisso em casar e tudo mais, bom talvez seja normal pensa nisso né?. Agora você já pensou no tema e como vai ser a festa de 1 ano da sua futura filha ou filho?.'Eu já isso e serio.

Então eu consegui uma namorada que durante um més eu achei que o Angell era de Ângela, mas descobri que é o nome dela mesmo e não apelido, que será minha futura mulher se tudo de certo. Eu conseguir realizar um dos meus sonhos que era cria conteúdo pra internet, que no caso é o Otaku de Cachecol. Ai eu comecei a lembra da minha época de criança, e decidir procura pra ver se encontrava alguém como eu, pensamento serio sobre o mundo, sobre a vida. Pessoas que poderia dizer pra mim se eu era/sou o único assim "estranho". E depois de muito procurar encontrei três pessoas, que eu não canso de dizer que sou mega fã, meus três youtuber preferidos e ídolos também. 

O Primeiro é o Diego Freire, eu já citei sobre ele aqui, eu adoro os vídeos dele, pois ele enxerga o mundo de outra maneira. Ele tem dois canais o Vesh. E o Fala Diego Freire, no segundo canal ele tem um quadro que é "Boas Novas". Pois enquanto a tv e jornais só falam de desgraças, ele diz o que tem de lindo e bom no mundo, e pra isso vou deixa dois vídeos aqui dele no canal vesh que mudou meu modo de pensar, e foi como um tapa na cara.





Bom as outras duas pessoas, são Felipe Neto é Damiani, são dois caras que mudaram completamente minha vida, o Diego já me mostrou que não sou o único a pensar diferente sobre o mundo, mas o Felipe me mostrou que nem sempre ser uma pessoa critica pode subir na vida ou até pode. E mesmo muitas pessoas julgando ele, por vários motivos eu gosto muito dele. Já o Damiani mostrou pra mim que sonhar em ter uma familia e gatos não é errado. E com ele eu conseguir rir. Rir por coisas simples, logo eu que tanto achei que só iria rir com uma piada muito engraçada, ele me fez rir contando a vida dele, e por isso sou fã dele, tenho orgulho de dizer isso.

Bom pessoas, isso tudo foi um curta metragem em texto da minha vida. Eu sei que muitos, melhor quase todo mundo não gosta disso, mas foi o que deu vontade. Então quando ter vontade de falar outra coisa, irei falar outra coisa ok? A sim, eu agora com essa vida agitada, eu posso sim demorar pra trazer post novos, porém eu JAMAIS, Irei desistir do blog, eu lutei e batalhei pra chegar onde cheguei, e não conseguiria larga tudo isso. Ah sim, você que é novo, sim meu blog não e tão divertido assim, como você já percebeu, eu não tenho esse "pique" de comédia e diversão, eu sou um pouco mais serio do que os blogs comuns, por isso as vezes invejo o Gustavo pelo blog dele, é claro não estou dizendo que seu blog é uma comédia, mas que é divertido demais, um dos meus preferidos. Bom pessoas vou lá. Agora que to trabalhando, vou poder compra minha filmadora e poder gravar um pouco da minha vida todo dia, e lança pra youtube pra todo mundo ver e rir de mim ou não. Obrigado por tudo pessoal, até mais.

Obrigado por esta no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Shiro :3

0 comentários:

Postar um comentário