10 de jan de 2015

Animes Influenciam?

Yoo' Pessoas \ô/


Aloha Família. Cachecol aqui nessa tarde quente porém como vocês já sabem, meu grande amigo está comigo ventilador <3. E hoje vim trazer um post mais de conversa, e quando falo isso é eu falo e vocês escutam me sinto mandão agora. Que como vocês já viram, é sobre um tema que não está muito no ar, porém a muito tempo atras sempre havia discussão sobre isso, ai eu poderia deixar queto do jeito que está não falar nada, porém eu não consigo tirar esse tema da cabeça. 

Bom a muito tempo atras, em vez dos vídeo-games serem o "caos" e a desculpa pra todas as merdas que aconteciam nesse lindo mundo, os desenhos pra muitos eram coisas satânicas, rituais e por ai vai. Perdi já as contes de quanto de amigo eu tive que a mãe não deixa assistir Yu-Gi-Oh porque era coisa do capeta, e como um tal de Júlio Cocielo disse "Agora o capeta trabalha na panini?", também diziam que quando o Naruto ficava no modo raposa de nove caldas esqueci o nome em Japonês aparecia uma caveira nas costas dele. Mas com um tempo isso foi acabando, e eu realmente achei que nunca mais iria ouvir coisas desse gênero. Até eu começar a ir na igreja da minha namorada, nunca gostei de igreja e não é atoa.

Fui lá e no meio do culto o pastor dela disse que leu em seus artigos lá que o capeta mochila de criança, senhor das trevas e por ai vai... voltou a perseguir as crianças através dos desenhos, que desenhos como o Rei Leão da Disney onde o principal lá esqueci também o nome andava rebolando e aquilo fazia a criança entre em um tipo de transe. É serio ele falou isso, além de um monte de desenhos da Disney que naquela altura do campeonato já estava com o fone no ouvido, e o engraçado é ele falando isso sendo que ele tem uma filha pequena, fico imaginando aqui que tipo de desenho ela assistir. Bom depois dele ter feio essa "lavagem cerebral" antes de continuar quero dizer que não tenho nada contra igrejas e sim contra pessoas que falam merda. Acabou o culto e minha namorada que também é uma otaku me chamou pra assistir um shoujo na casa dela, esqueci mesmo o nome dele estou com algum problema esqueci de tudo hoje, e no meio do anime a vó dela para a gente e diz pra gente desligar o notebook porque aquilo era do capeta, no momento a garota estava chorando abraça do cara lá que não sei o motivo, porém aquilo pra ela é do capeta, mas pra não começar uma briga porque ela é religiosa até demais e eu sou o tipo de pessoa que adoro uma discussão sobre religião a minha namorada simplesmente aceitou e desligou o computador, ela conhece as duas pessoas que estavam ali. 

Porém vamos deixa isso de lado e vamos pro lado bom do post. Eu não diria que os animes influenciam diretamente e nem indiretamente, mas pra mim eles dão uma visão diferente do mundo, eu não vou dizer o clichê aqui que é "Nunca abandonar nossos amigos" "Amizade é tudo" porque  na real não é tudo isso e vocês sabem. Eu gosto de dizer que com os animes eu aprendi a exigir mais de mim, se eu estou me sentindo fraco ou incapaz de fazer o que eu quero, eu fico pensando no que o meu personagem preferido iria fazer nessa situação, então crio um tipo de disposição pra termina o que eu comecei, porém não é nada muito grande é só lavar a louça por exemplo ou as vezes levanta de madrugada pra beber água e vocês ai achando que era algo legal. Eu também aprendi a ter mais paciência com que eu amo, e que comer é a melhor coisa do universo, além de peitos e calcinhas culpa do ecchi. E também se animes realmente influenciam, cade meu título de alquimista, meu medalhão de shinigami substituto ou minha pokebola?

Bom pessoas acho que é só isso, eu sei que o post ficou meio sem pé nem cabeça, hoje por alguma razão não estou me sentindo muito bem, estou meio sobrecarregado, e talvez amanhã nem traga post, tirar pelo menos um dia de folga porque segunda começa a semana pra valer. Talvez eu assista algum anime ou continue com meus seriados e eu durma porque isso é algo que não faço direto faz tempo.

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por esta no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :3

4 comentários:

  1. Isso mesmo! Tá certíssimo, exceto sobre peitos e calcinhas u.u mas o fato é que eu concordei demais com tudo que disse. A verdade é que essas pessoas que dizem que tudo é do capeta estão mais próximas do capeta que nós, que nem ligamos para esse tipo de coisa. Parecem que procuram o mal em tudo, eu hein. Não gosto de igrejas porque elas se tornaram mais um tipo de negócio lucrativo do que um lugar para se sentir mais próximo de Deus. Outra verdade é que Deus não está entre paredes de um edifício, e nem o capeta entre desenhos animados. Está tudo dentro de nós. Em tudo há uma porção boa e ruim, é só você escolher o que quer absorver.E no Japão essa visão cristã que temos aqui não é nem de longe a mais difundida lá. Nem precisava te falar isso porque você com certeza deve saber mais do que eu sobre Japão hehehe. Quem vê pensa que o carinha fica lá naquela "agora vou desenhar uma mensagem subliminar bem aqui pra colocar o demônio na cabeça das criancinhas ocidentais hahahaha!". Faça-me favor, me irrita muito. No fim das contas é tudo preconceito, pois nem os próprios autores estão ligando pra esse tipo de questao religiosa. Acho que eu ja falei demais, tô revoltada. Abraços procê e descansa bem pra voltar mais leve^^ vá se deitar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peitos e calcinhas são vidas. Né ate porque só quem é possuído são os que acreditam fielmente. Realmente no Japão é outra coisa.

      Excluir
  2. Gente, HSUHAUHSUHAUHSUHSAUHHS' não tem nada a ver com animes, mas uma vez, eu fui com a mãe da minha cunhada e perguntei se um velinho era namorado dela (que uma vez ele veio buscar ela pra ir a igreja), óia, aqui em Manaus, nos últimos tempos estão muitos veinhos solteiros arranjando namorado (e olhá que minha vó também arranjou um -q). Dai ela ficou com mó raiva de mim ò_ó Não sei o porque desse transtorno todo -q Aquelaa veia é muito religiosa, man...

    Dai, continuando sá questão de igreja, as igrejas foram feitas basicamente para ser o "Deus", cara que ajuda a todo mundo, mas pelos fundos ninguém se sabe o que eles fazem, claro que tem umas poucas que realmente tentaam ajudar e tals. Mas isso é enquanto ela são pequenas, depois que elas crescem elas viram corrupção e qualquer um que entre nela é corrupto e se não for ou sai ou se corrompe (que nem a política e o governo brasileiro Ç_Ç). Desculpa mas é a verdade! Muitas pessoas vão a igreja para se salvarem, mas realmente são salvos, meu pai uma vez trabalhou como psicólogo e então tinha um cara que veio com ele e disse que não conseguia dormir de medo, meu pai disse que estava do lado dele e ele conseguiu dormir bem =] È a mesma coisa que (muitas) igrejas fazem! Os pastores, padres e não sei o que lá, vão lá e dizem que eles conseguem e eles ficam confiantes e eles realmente conseguem (eles trabalham de forma científica nisso), porque autoconfiança ouvi dizer que faz parte da ciência ou sei lá o que...

    Mas o que eu quis dizer com isso? Bom, eu disse muitas coisas ruins de igrejas, mas eu não julguei as crenças de cada um, e vai dizer que (muitas) igrejas não fazem isso? Isso é uma realidade Ç_Ç e eu não queria que fosse, a realidade é bem mais mau e nos engana mais do que você pensa! Ç-Ç Ou eu... não sei Ç_ç Por outro lado, algumas igrejas fazem coisas boas (como a que minha colega frequenta, a igreja é bem pequenina, há poucas pessoas, mas realmente tentam mudar as pessoas, e mesmo assim tinha um pedofilo que abusava do filho de 2 anos, e blá blá blá ò_ó) mas ele foi expulso, pra outro estado e não sei mais o que aconteceu -q mas mesmo assim, deve existir igrejas boas (realmente!) Não nego isso.

    Agora sobre o tema da postagem, hue' Eles influênciam sim =]

    MadnesShoujo | [visite]

    ResponderExcluir