9 de jul de 2015

Falando Sobre Episódio: Gangsta - 1

Yoo' Pessoas \ô/


Aloha Família. Cachecol aqui nesta tarde nublada com cara de chuva, trazendo mais uma postagem para o blog, e hoje começando aqui no blog outro quadro, sim mais um, como a nova temporada de animes chegou, eu decidi começar o quadro "Falando Sobre Episódio" onde eu irei escolher um dos animes que estou gostando e comentar sobre ele, logo não vai ter "Falando Sobre Anime" pois estou falando já aqui ok?OK, e também não vai ter sinopse nem nada, se quiser saber algo sobre ele só clicar aqui "www". Essa postagem vai sair toda quinta junto com Falando Sobre Personagem e também quase uma semana depois do lançamento, assim pra não haver caso de spoiler. Agora sem tanta enrolação vamos a postagem. 

Episódio - 1:

Bom o anime já começou com a abertura e já tenho que ressaltar que eu gostei muito disso. Porque todo anime no primeiro episodio começa sem abertura ou já tocando ela, já demostra que ele vai ter bastante tempo pra desenrolar a história. Diferente dos animes que começa a história depois de algumas palavras como o habitual, bom eu acho que e Gangsta vai seguir isso também a parti do segundo episódio. Eu vou começar falando sobre o cenário e os personagens, não sei por qual motivo, mas ambos me lembraram Full Metal Alchemist, pelo menos os traços, já que a história não tem nada a ver. Os dois personagens principais já começaram mostrando suas personalidades outra coisa que não costuma aparecer muito nos animes, eu achei que seria outro anime de máfia como já estou acostumado a ver, no entanto me enganei completamente, essa dupla que se chama "Handymen" que traduzindo ao pé da letra seria algo como "Faz-tudo" eles trabalham tanto pra policia como pra máfia, o que importa é receber no final. E bem obvio que no primeiro episódio eles receberam um trabalho de acabar com uma família de mafiosos que estava passando um pouco do limite, abrindo lojas em lugares proibidos e vendendo drogas no território de outras família, literalmente comprando briga. E foi ai que vemos os dois principais, não da pra chamar de "mocinhos" por que não são mocinhos né? O Nicolas Brown o japonês com uma katana bem afiada e também bem calado e sério, no entanto atento a tudo que está acontecendo ao seu redor, e também temos o Worick Arcangelo o tagarela da dupla, e meio que "líder" também, parece ser o que menos luta, pelo menos no primeiro episódio ele ficou mais conversando enquanto o Nicolas luta, mas ele parece ser um personagem que vai ser bem explorado mais a frente, e por fim a Alex, uma prostituta que estava trabalhando ou sendo meio que escrava do Barry um os mafiosos que morreu pelo Nicolas, como falei ele é o que luta, o estilo dele de luta é insano muito rápido e muito doloroso, mas voltando. Que depois da morte do seu "chefe", vira meio que uma secretária deles, já que o Worick vivem saindo, alguém tinha que atender as ligações, e já se sabe que a voz do Nicolas e um tanto que amedrontadora, eu ainda estou na dúvida se ele é um japonês mesmo, pois quando ele fala com o policial lá que estava irritado por eles não terem matado a Alex, a equipe do anime legendou em japonês ele falando, pois parece ser aquele japonês mafioso que quase ninguém entende, além disso não posso descarta o chute dele no carro dos policias que contrataram ele, que simplesmente levantou o carro como se fosse papel, aquilo sim é uma força sobre-humana. 

Bom o anime já começou de um jeito interessante, então minhas expectativas para o próximo episodio, é saber mais um pouco da história de cada personagem, como o Wirock e Nicolas se conheceram, por qual motivo o Nicolas só se comunica por linguás de sinais, por qual motivo a voz dele é tão grossa, e se vai ter algum romance entre Nicolas e a Alex. Bom só saberemos semana que vem certo?

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por esta no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :3

0 comentários:

Postar um comentário