6 de ago de 2015

Falando Sobre Episódio: Gangsta - 5

Yoo' Pessoas \ô/


Aloha Família. Cachecol aqui nesta noite fria e bem gelada e ainda com a internet me trollando,  mas cá estou eu enfrentando tudo isso, trazendo mais uma postagem para o blog. Agora o com o quinto episódio de Gangsta, então sem muita enrolação, vamos ao episódio. 

Episódio - 5:


O anime já começou de um jeito que eu gosto, mostrando o nosso Worick pegando mulheres, mas isso quando ele ainda era criança... Isso meio que pra reforça o que o que já tinha dito no episódio passado, que o Worick já novo mantinha relações pra poder assim sobreviver, e também descobrimos um pouco mais sobre o Twilights que na verdade não são só mercenários, mas sim pessoas que foram geneticamente mutadas por causa de uma droga de "bio-aperfeiçonamento Celebrer", e com isso me fazendo gosta mais ainda deles. E além da Fairy Tail no universo de Gangsta temos também guildas, sim já que tem família, por qual razão não poderia surgi algo parecido com uma guilda? e de todas as pessoas no mundo, o carinha lá arrumou briga logo com os "faz tudo". E nesse episódio eu aprendi como conseguir informações de alguém, só prender, bater e dá um tiro na perna se não me falar nada... simples, professor Worick que me ensinou. Enquanto está rolando até agora a melhor luta de todas, o Nico contra Doug um cara que é deveras insano, os caras que o Nico foi proteger simplesmente começaram a aposta em quem ganharia a luta, todos os membros da família agindo normalmente, enquanto o que até então parece o novato da família fica "mas como assim gente?!", isso foi uma das cenas mais engraçadas do episódio, aconteceu algo que poucos perceberam creio eu, mas eu fiquei maluco foi que o Nico andou na parede, ele simplesmente começou a andar na parede pra pegar o cara que estava no teto, enquanto o cara lá de classe D/0 ficou com aquela carinha "triste" tipo "eu sou fraco". E no meio da luta que por sinal foi épica eu descobri mais algumas outras coisas, o Nico não sente dor, com isso ele luta de uma forma mais agressiva e não sente dor se for atingido, pelo o que eu entendi graças ao remédio do Dr, aquele do segundo episódio, mas é um efeito "passageiro" isso, ainda não entendi muito. Eu fiquei bem preocupado com a tensão que o Worick estava sentindo, de querer termina a briga do Nico e Doug antes que "ela" chegasse, mas ela chegou antes... e agora eu tendi o motivo da tensão dele, a Gina, e mãe do céu que mulher incrível, eu fiquei com muito medo dela é serio, e não só ela como a Ginder, além de ser muito rápida, como naquela hora que salvou o Doug e também quando tirou a arma do Worick, além de tudo isso ainda é bonita, mulheres bonitas são outro nível meu amigo. E pra termina com chave de ouro esse episódio, descobrimos que a Gina manda também no Worick e Nico, de uma maneira muito "ou obedece ou obedece" e também que aquela mulher que o Nico foi visitar se chama Verônica, que ficou naquele estado após usar essa droga que o Nico usa pra não sentir, dor e cansaço. 

E o final mesmo foi muito bom, percebi que o Worick não consegue abandonar alguém machucado, por isso carregou o Doug também até a clinica do Dr., e a Alex que ultimamente não está a perecendo muito, teve seu momento no finalzinho, que após não ver direito, imaginou que ainda está sendo perseguida pelo cara que maltratava ela, mas pra mim o que eu vi foi o Dr. indo no escritório deles, mas olhando aos olhos dela eu senti o medo que ela sentiu, principalmente quando ouviu ele subindo. Aquilo foi muito tenso eu diria. 

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por esta no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :3

0 comentários:

Postar um comentário