8 de out de 2015

Falando Sobre Anime: Overlord

Yoo' Pessoas \ô/


Aloha Família. Cachecol aqui nesta noite normal e fresca de certa forma, trazendo mais uma postagem para o blog, desta vez com mais um Falando Sobre Anime, hoje nesse dia de Falando Sobre Episódio, que eu já expliquei o motivo de não ter aqui "www", estou trazendo esse anime que foi um dos meus favoritos da temporada, pelo simples fato de me surpreender. Antes de irmos a postagem, tenho que dizer que teremos spoiler nesse, infelizmente soltei alguns spoiler's. 

Informações Gerais: 

Gênero: Ação, Fantasia
Studio: Madhouse
Episódios: 13
Ano de Lançamento: 2015

Sinopse:

A história começa quando Yggdrasil, um popular jogo on-line, fecha sem aviso prévio. No entanto, o protagonista, Momonga, decide não deixar o jogo. O mundo continua a mudar com ele e NPCs começam a sentir emoções. Sem família, amigos ou lugar na sociedade, Momonga terá dificuldade para se adaptar ao novo mundo em que o jogo se tornou.

Minha Opinião:

De toda a Temporada de Verão/Julho deste ano 2015 esse anime foi o meu preferido, eu nem sei por onde começar a falar dele, muitos pontos me fizeram se aproximar muito dele, e muitas coisas também diferenciou ele de outros do gênero, como na sinopse já diz, um anime cujo um certo alguém fica preso dentro do jogo, UAU temos ai Sword Art Online e Log Horizon com a mesma história, só que cada um foi muito bom em certo ponto, por exemplo Sword Art Online focou muito no romance, naquilo "mesmo que eu esteja preso, eu quero esta com você", enquanto o Log Horizon focou mais na aventura e querer também sair do mundo só que ao mesmo tempo ficar nele e assim criar algo interessante, enquanto esse, um personagem só fica pelo menos é o que a sinopse diz né, e esse personagem em vez de ficar "desesperado" como os outros anime ele aceita de uma maneira incrível, até porque diferente de Sword Art Online e Log Horizon cujo os principais não eram tão fortes e populares assim, em Overlord o nosso personagem é dono de um guilda e assim chefe supremo de um castelo, e como só ele ficou preso no jogo e todos os npcs criaram vida ele meio que literalmente virou um lorde e isso foi muito bom, eu gostei demais de como a história começou a de desenrola a parti disso, e cada episódio me surpreendendo, porque ok ele virou um lorde e tudo mais, mas ele vai ficar só naquele castelo o tempo todo? não ele simplesmente mudou o nome dele pra o nome da guilda e começou a explorar o mundo, conhecendo melhor ele e fazendo coisas incríveis pra assim o nome da guilda começar a se espalhar e talvez encontrar alguém do jogo ou um de seus amigos de guilda.

Uma das coisas que me deixaram chateado com algumas coisas, é que o Momo realmente não tem sentimentos, digo isso pois os caras que estavam trabalhando com ele morreram, e pra ele, aqueles caras eram só ferramentas pra espalhar seu nome, porém o jeito perfeito que ele matou vingou suas mortes foi incrível até o porquê não é todo dia que temos "ferramentas" de divulgação, e o jeito que ele matou a fulana que não irei dizer o nome, usando sua "dança da morte" com ela, o verdadeiro abraço de urso, e foi ai que começamos a ver como eles realmente lutam, o verdadeiro estilo Nazarick de não lutar mas sim matar todos, pois temos a maga Narberal Gamma usando uma simples magia de nível avançado pra destruir dois dragões de esqueletos que essa cena meus amigos foi do cacete pois ela não matou um, mas dois e ainda matou o mago, desse episódio em diante que as coisas começaram a ficar interessante no anime, pois se temos a Nabel que é só uma das empregadas de Nazarick, imagina o poder de luta de um dos guardiões dos andares, e quando falo isso estou incluindo a minha waifu preferida Shalltear Bloodfallen, que realmente mostra o que é ser uma vampira, fria e muito sanguinária, que não se importa com ninguém exceto é claro o Momonga, e olha que vejo muitas pessoas falando mal dela, sendo que ela é a "loli" mas perfeita do mundo, a melhor personagem na minha opinião, sempre irei amar vampiros desse estilo em anime.

E o ultimo episódio foi sensacionalmente sensacional, eu gostei muito de como o final foi descrito e como a história foi entregada, tivemos uma grande luta da Shaltear contra Momonga, que quem assistiu viu que ela foi meio que possuída, e atacou o tão amado senhor dela, isso foi algo que eu queria muito saber, como ela iria conseguir atacar alguém que tanto ama, e acima de tudo o que eu queria era saber como seria a reação dela após percebe que esta atacando, porém ela esqueceu de tudo e mesmo que todos os outros guardiões suplicaram para que o Momonga a punisse, ele surpreendeu todo mundo pedindo desculpas a ela, por ter deixado que ela tivesse sido possuída. E ai que ninguém entendeu a lógica desse momento, ele não tem mais ninguém que possa confiar, todos os seus amigos estão fora desse mundo, e os guardiões por serem criações desses seus amigos a personalidade é a mesma que todos, e só nesse momento, nos últimos segundos praticamente do anime que eu percebi que ele se importa com outras pessoas, não com as pessoas, mas sim com as pessoas de confiança dele, um anime que merece muito uma segunda temporada, pois no light novel a história é muito cativante.

Sim eu soltei diversos spoiler's, já avisei no começo da postagem mas estou lembrando aqui, eu não sei como conseguiria explicar ou dar a minha opinião sobre essa obra sem soltar spoiler's, pois a história é muito centrada no personagem, então querendo ou não tenho que dar spoiler.

Então isso é tudo pessoal

Obrigado por esta no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :3

0 comentários:

Postar um comentário