2 de dez de 2015

Cachecol Indica - Múltipla Escolha - Manga Nacional

Yoo' Pessoas \ô/


Aloha Família. Cachecol aqui nesta tarde nublada com cara de chuva, e bem, quem queremos enganar né? vai chover muito, eeeh trazendo hoje mais uma postagem para o blog, desta vez pra falarmos sobre um manga nacional que eu já comentei em alguma postagem essa -> "www" no entanto agora irei dizer o que eu achei dele, já que eu li obvio

Chegou a quase duas semanas atrás o manga aqui em casa, no entanto como não tiver muito tempo pra nada como já venho comentando no twitter, eu deixei ele guardado pra alguma melhor hora, e foi o que aconteceu hoje, acordei não tinha tanta como pra fazer como nos outros dias e optei por ler, a principio ele parecer ser bem curto, já que só tem 40 páginas, você pensa "vou ler em 10 minutos" ou menos, no entanto a história foi me prendendo a ponto de cada página, cada conversa do personagem me fazer levar uns 2 minutos pra entender tudo, eu no final tiver que reler o manga pra entender tudo perfeitamente.  

Sinopse: Jeff é um vestibulando celebrando as glórias de enfim estar com a faca e o queijo pra passar em Medicina, depois de quatro anos tentando. Ele é também um cara arrogante, egoísta, e que está prestes a levar umas bofetadas na cara desferidas pela própria vida, quando seus relacionamentos afetivos e familiares lhe mostrarem que não importa o quanto ele estude, as cosias mais importantes não possuem apenas uma resposta certa. Mas Jeff não é o herói da história, ele é apenas quem vai estar mais a aprender com tudo isso.

Lendo a sinopse antes de se quer colocar as mãos no manga eu imaginei uma história qual quer de slice of life, só um personagem confuso de qual faculdade cursar e bem de qual quer maneira iria me prender pois eu achei bem interessante, porém, no entanto, todavia a história é totalmente o contrário do que eu imaginei, o personagem Jyeffertow, não não, Jeff ele odeia ser chamado pelo nome é um personagem muito vivo, eu me identifiquei em vários pontos com ele, esse jeito de não menosprezar os outros, mas falar a realidade sem pena e não ligar para consequências ele realmente não liga, mesmo que isso faça ele levar alguns bons socos na cara ou uma caneca voando quem vai ler, vai entender, e podemos colocar como exemplo a forma que ele tratou a namorada quando ela falou que iria precisar de sorte pra passar na prova ele vai lá e solta: "aham você vai precisar de MUITA sorte" isso foi muito engraçado, pois ele não for sarcástico ele realmente falou a verdade, ela é daquelas pessoas que não dorme pra estudar e no fim não consegue nada então ela iria precisar de MUITA sorte. O professor dele também é um personagem bem estranho, pois eu tiver um professor assim, sem graça, que anotava piadas sem sentindo e ficava falando na sala de aula e ai de alguém que reclamar.

Um dos pontos mais forte dessa história que ao meu ver é o principal objetivo, foi a forma de colocar em pratica a vida de um personagem no Brasil, como seria isso, uma pequena competição que se você está fazendo vestibular sabe o que é, isso de pessoas julgando você, falsos amigos que ficam dizendo que querem que você passe mas no fim não ligam pra você, ou só porque você tira notas altas eles ficam falando mal de você pelas costas como se você tivesse se achando e no fundo você não está isso acontece direto eu sei não adiantar mentir, além disso temos a tão engraçada situação que foi da namorada do Jeff falando em uma rede social que chutaremos que é o facebook tenho certeza que é o facebook, que mesmo depois de ter meio que se "ferrado" ficou se vangloriando dizendo que não precisa disso pois ela tem a família dela, acho que isso foi pra tocar na ferida do Jeff que se você ler vai saber o porque isso deixou ele meio pra baixo, mas voltando, diz ai quanto de seus amigos fazem isso? conheço bastante que faz nunca que sair por baixo, e por fim o maior "clichê" se é que podemos colocar assim é daqueles seus tios ou tias que nunca se quer falaram contigo sabem nem a sua idade, porém ficam ligando só pra dar os parabéns e fazer piadinhas idiotas, nossa isso é tão real que me fez rir bastante.

No entanto o grande clímax do manga está no final, porque tudo que eu falei até agora está entre o começo pro meio quase no final, porém o encerramento da história já que é um volume único, o encerramento que me deixou boquiaberto, e foi o que me fez reler o manga todo pra entender, obvio que não irei dizer o que aconteceu pra não dar spoiler e entregar todo o proposito do manga, porém foi algo sem igual, jamais imaginei que iria acontecer isso, e por isso esse manga se tornou um dos meus preferidos fico feliz demais de ter ele em minhas mãos.

E se você também quiser ele em suas mãos é muito fácil, pois ele vai está em estreia na Comic Con Experience - CCXP que vai ocorrer nesses dias agora em São Paulo ou no FIQ - Festival Internacional de Quadrinhos em Belo Horizonte, ai você vai comprar e fala que o Otaku de Cachecol que te indicou olha que da hora, ou talvez queria comprar online assim como eu só clicar aqui "www". Antes de termina a postagem, eu não posso deixar de agradecer ao Marcel Ibaldo por ter entrado em contato comigo e ter falado sobre essa obra, fico honrado em poder ajudar de alguma forma, pois antes a sinopse mexeu comigo, mas agora depois de ler o que mexeu comigo foi toda a história, nunca me identifiquei tanto com um personagem como me identifiquei com o Jyeffer-- Jeff :D

Então isso é tudo é pessoal
É serio comprem, esse manga é incrível
Obrigado por esta no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :3

0 comentários:

Postar um comentário