4 de mai de 2016

Falando Sobre Anime: Haikyuu

Yoo' Pessoas \ô/


Aloha Família. Cachecol aqui nesta tarde ensolarada e um pouco entendiante, talvez com essa frente fria que vai vim a noite eu esteja mais de bom humor. Hoje trazendo mais uma postagem para o blog, com mais um Falando Sobre Anime, voltei das cinzas pra valer dessa vez, e hoje iremos falar de um dos melhores animes de esporte ao meu ver.

Um pouco diferente de Kuroko no Basket, em Haikyuu eu já tinha um certo amor pelo anime antes de conhecer, e foi bem por dois motivos, primeiro a sinopse que eu coloquei aqui em baixo, e porque eu sou apaixonado por Vôlei, desde pequeno é algo que eu sempre amei, porém nunca tiver altura pra ser impactante no jogo, até estudar toda a história do Vôlei e conhecer a posição de Líbero, que é a minha atual posição, eu jogo vôlei ultimamente e sou o Líbero pra mim é a melhor posição, mas voltando ao anime. Eu já comecei a gostar dele partindo disso, e ao assistir o primeiro episódio logo percebi que assim como Kuroko no Basket eu iria simplesmente vicia de vez, dito e feito em dois dias terminei a primeira temporada e irei comentar sobre ela agora.

Informações Gerais:

Gênero: Esporte, Shounen
Direção: Susumu Mitsunaka
Estúdio: Production I.G
Episódio: 25
Ovas: 1
Ano de Lançamento: 2014

Sinopse:

Um evento do acaso despertou o amor de Hinata Shouyou por voleibol. Seu clube não tinha membros, mas de alguma forma perseverou e finalmente chegou a seu primeiro e último jogo normal do ensino fundamental, onde ele foi atropelado por Kageyama Tobio, um jogador exemplar conhecido como "Rei da Quadra". Desejando vingança, Hinata entrou no time de vôlei do Colégio Karasuno apenas para enfrentar seu odiado rival, Kageyama!

Minha Opinião:

O anime em sua boa parte mostra toda uma história de superação, em Kuroko no Basket mostra isso, mas não tão forte como em Haikyuu, nesse anime eles mostram como dois amantes de vôlei que se odeiam, conseguem dentro da quadra fazer combinações poderosas para uma marcação cerrada, a grande diferença que ao meu ver chega a superar Kuroko no Basket é toda a atmosfera do anime que volta a mostra que é toda uma história de superação e sim irie ficar fazer comparações pois é do mesmo estúdio e tem muita coisa que são parecidos. Em Haikyuu por exemplo temos o Kageyama também conhecido por um chato apelido de "Rei da Quadra", pode parecer um apelido legal, mas não é, o Kageyama é aquele típico personagem sério e mega ignorante, porém em diversas horas você ver ele fazer bobeira, pedindo desculpas e sendo divertido, esse estilo "bad boy" não entra nele talvez em algumas horas ele demostre ser aquele cara ruim, mas logo você percebe que é algo de momento, e todo o anime é cercado disso piadas e cenas hilarias nada forçado tudo bem natural, você rir de coisas tão bestas e percebe que isso não é forçado, porém logo em seguida a assim que os personagens entram dentro da quadra e começam a jogar você percebe a mudança de atmosfera você ver o clima ficando tenso e a sede de vitoria que todos os personagens demonstram não dá pra escolher um no sentindo de competitivo, todos os personagens mostram ser bem competitivos, isso é incrível demais em Haikyuu e em Kuroko no Basket não é tão bem demonstrado. Como falei no começo o anime é bem focado em uma história de superação, bem é e não é ao mesmo tempo, você ver que certos personagens estão jogando seu ultimo ano e que pra eles é tudo ou nada, eles irão jogar e vencer e ponto final, mostra que o time que foi totalmente destruído no ultimo ano, agora está melhor e mais forte, não são cenas simples de história de superação, são tipo episódios focando só em uma história, mostrando um personagem que desistiu de jogar pois se sente culpado, mas depois de tanta pressão dos novatos decidi volta a jogar, é aquela história que você fica "que insano isso, eu não iria conseguir fazer/passar pelo o que ele passou" é muito da hora isso, o anime soube pegar muito nessas cenas. Uma coisa que eu gostei bastante é mostra como cada personagem pensa, por exemplo é o último ano do levantador titular, ele quer jogar pra vencer, porém o novato é melhor que ele, e por isso o titular acaba ficando no banco, você consegue sentir essa frustração dele, ver que ele está doido pra entrar em quadra e mostrar que é alguém incrível também.

Esse anime mexeu muito comigo, eu me identifiquei com todo o ambiente que foi mostrado, especialmente com o líbero do time, a forma que ele joga e como ele pensa é idêntica a minha, e por isso ele se tornou meu personagem preferido. É um anime ótimo pra se assistir numa tarde ensolarada, não é massante, pelo contrário cada episódio é bem único.

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por esta no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :3

0 comentários:

Postar um comentário