7 de jun de 2016

Desistir de Sonhos?


Aloha Família. Cachecol aqui nesta tarde extremamente chuvosa e fria trazendo hoje mais uma postagem par ao blog, hoje em vez de comentar sobre algo de anime pois eu até eu queria, estou hoje comentando sobre algo interessante, conversa sobre como você não deve desistir de seus sonhos, compartilhando um pouco da minha vida como exemplo que péssimo exemplo, bem leiam e espero que entendam o que eu tentei comentar.

Quero começar essa postagem tentando entender junto com vocês, como funciona uma cabeça de um adolescente, e parando pra pensar antes de tudo, podemos colocar que é algo quase beirando o impossível né, se pra entender uma mulher é difícil imagina um adolescente, agora imagina se é uma adolescente pronto desistir do mundo que é mais fácil, mas bem o que venho trazer aqui hoje é uma pergunta, como alguém consegue desistir tão fácil assim de seus sonhos? E eu coloco os adolescente ai como o ser principal pois quando somos adolescente é normal criamos sonhos, tantos os que muitas das vezes já aceitamos que vai ser impossível, mas como aqueles bem normais, adolescente em si cria muitos sonhos, muitos desejos, coisas que as crianças criam, porém as crianças não tem toda aquela malicia que os adolescente e adultos tem né, então já partindo no principio que tudo começa na adolescência vamos seguir com a postagem

Quando falamos de sonho de infância e adolescência, temos vários tipos diferentes pra aborda, e quero comentar sobre cada um de uma maneira geral, e sim eu também já sonhei em ser policial e bombeiro pois isso era algo "oooh", principalmente por eu morar tipo do lado de um bagulho lá de bombeiro esqueci o nome e do lado do meu colégio tinha uma delegacia, então eu fiz todo o meu fundamental olhando o trabalho desses caras todos os dias, e também já sonhei em ser militar, no entanto isso aconteceu pois eu já estudei por dois anos em um colégio com doutrina militar e foi a época mais divertida da minha infância. Então sabe se você já sonhou com isso, ser militar, policial ou bombeiro, bem compartilhamos da mesma coisa, PORÉM eu cresci, e o que acontece quando crescemos? bem além da responsabilidade e das contas que por sinal são muitas contas, também mudamos de opinião. Só esclarecendo algo aqui, eu nunca sonhei em ser jogador de futebol, pois eu sempre fui apaixonado por vôlei e basketball ai isso de ser jogador de futebol jamais veio na minha mente, porém nunca quis ser jogador de ambos esportes que eu amava, por dois motivos, primeiro que desde pequeno sou muito preguiçoso e só em imaginar ter que correr pra um lado e pro outro, bem não consigo me ver fazendo isso, e o outro motivo é que sempre fui baixinho, e quando falo baixinho eu digo que hoje em dia estou com 19 anos de idade e a minha altura é 1,58 cm, ai meio que complica né.

Bem partindo pra adolescência, melhor, antes de falar em si da minha adolescência eu quero esclarecer outra coisa também, ali em cima eu comentei que eu tinha crescido, e quando falo disso não estou falando do tamanho óbvio e nem de idade, tipo ter saído dos meus sei lá 10 anos e partido pros meus 14/15 anos, não foi isso, estou falando do meu ponto de vista sobre as coisas, eu "cresci" nisso, pelo motivo de quer eu fui jogado na vida adulta muito rápido, desde novo eu sempre quis saber dos problemas de casa, e sempre fui responsável, um exemplo com 13 anos de idade, mesmo com meus pais sendo totalmente contra eu comecei a trabalhar, pois eu já queria ter meu dinheiro e ajudar dentro de casa, trabalhei ai como garçom de pizzaria à fraude de documentos pra colégio, porém isso é história pra outra postagem. Então dito tudo isso, vamos agora pra minha adolescência na qual eu tiver muitos sonhos, realizei alguns, estou na busca de muitos, desistir de muitos e dai por diante.

Já na adolescência eu tiver uma sequencia louca de sonhos destrambelhados e sem sentindo, como no colégio ser o melhor da sala em tal matéria, na biblioteca do colégio ler o máximo de livros e coisas desse gênero que talvez você imagine que é algo como "objetivo" porém no começo as vezes até era, porém com passar de um tempo se tornava um sonho, eu queria conquistar, realizar aquilo para o meu ego ficar um pouco alto. Um dos sonhos que eu realizei foi encontrar alguém, uma pessoa que eu poderia ser feliz e fazer ela feliz, alguém pra amar vamos colocar assim, e como nunca liguei pra gênero, o meu amor poderia ser para uma mulher como poderia ser pra um homem, sabe o amor é algo que acontece e não que é planejado, e da poucas experiencias que eu tive, eu acabei me apaixonando por uma garota, que semana passada dia 02/06 completamos 3 anos de namoro, eu digo que foi um sonho realizado, pois mais uma vez pode entrar como objetivo, porém eu não consigo mastigar a ideia de ter como objetivo "arrumar" alguém até o fim da minha vida escolar, ou conseguir um namorada ou namorado, é algo que eu não consigo ver como objetivo, em vez disso eu tinha um sonho, um sonho de encontrar alguém que com seus defeitos e qualidade seria a pessoa perfeita pra mim e eu encontrei, realizei esse sonho e a cada dia um sonho com essa pessoa nasce e sei que irei realizar. De muitos outros sonhos que eu tinha na época do colégio eu conseguir realizar, um que até hoje sou feliz por conseguir ter realizado ou melhor ter tido coragem pra realizar ele, quando entrei no ensino médio, eu me deparei com uma hierarquia assustadora na escola, e pra ajudar mais ainda o meu começo no ensino médio eu era extremamente envergonhado, não conseguia falar com ninguém a boca parava, dava um branco na mente no meio das conversas e por uns 3 meses eu fui aquele que fugia da galera, nos intervalos eu ia pra de baixo de uma árvore ler livro ou ouvir música pra passar o tempo, mas no fundo eu queria conversar abertamente, e ao passar pelo corredor indo pra sala de aula eu me deparei com um anuncio dizendo que o teatro estava abrindo vagas, eu fiquei em um lupe quase eterno de "vou ou não pro teatro" durante uma semana, até que eu decidir ir só pra ver, e calhou de eu acabar entrando pro teatro, fiz um teste e passei e olha pro personagem principal, a peça era Romeu e Julieta e eu tinha conseguido o papel de Romeu, foi algo muito louco pois eu estava começando a concluir o meu sonho, um sonho de ser reconhecido de perde o medo de falar com as pessoas, e o mais engraçado que a minha namorada também era do teatro e ela era a mãe da Julieta, então eu meio que estava realizando dois sonhos de uma vez só, como meu pai diz: matar dois coelhos com uma cajadada algo assim

Tiveram muitas e quando eu digo muitas é muitas coisas que aconteceram comigo no ensino médio, porém pra compartilhar com vocês acho que esses dois sonhos foram meio que suficiente ou mais fortes ao meu ver. Pois bem, e hoje em dia? Apareçam novos sonhos? Desistir de algum sonho da época do colégio? Sim e sim, assim que eu completei o colégio eu percebi que eu tinha tirado uma corda do pescoço que agora eu era alguém livre e de fato sou, hoje eu posso experimentar diversas coisas, viver momentos que no colégio eu não poderia. E um dos maiores sonhos que eu tinha desde o colégio e estou realizando ele hoje é a faculdade, mas não fazer uma faculdade, mas sim fazer a faculdade de letras, me formar como professor, pois ok bombeiros e policiais são incríveis porém eu sei que eu não tenho esse pique todo, aqui no Brasil pra você ser um policial ou bombeiro tem que ter amor por isso e não simplesmente ser pois você sonhava com isso, e quando eu percebi isso comecei a vasculhar dos meus pensamentos coisas que eu talvez iria querer fazer o que eu teria como objetivo e sonho e depois de muito pensar eu vi que cara eu amo letras, eu amo a língua portuguesa  e amo ensinar, explicar, mostrar algo novo pra alguém, no entanto nunca achei que eu iria conseguir então o sonho ficou forte por isso, e hoje estou realizando ele e fico feliz por isso, por esta fazendo algo que eu gosto, que futuramente irie trabalhar com algo que eu gosto, como no caso do meu namoro, eu meio que iria está sonhando pra sempre com aquilo, não simplesmente estarei realizando ele. E claro não posso deixar de falar do blog, esse lugar que tanto amo e cada dia que passa eu amo mais, com o blog eu conheci muitas pessoas, realizei sonhos de começar a escrever, de expor as minhas opiniões e dai por diante, porém com o blog um sonho nasceu, um sonho de ser reconhecido, não no sentido de "meu Deus quero ser famoso" mas sim no sentindo de por exemplo depois de escrever toda essa postagem eu ler um comentário ou ser parado em eventos e ouvir "poxa sua postagem me ajudou" "cara gostei muito do que você comentou", isso já aconteceu algumas vezes e gente vocês não imaginam o quanto feliz eu fico, sinto que estou realizando um sonho, pois eu amo escrever aqui, amo conversa com vocês e amo saber que estou fazendo algo certo.

Agora vamos falar sobre o famoso termo criado na internet creio eu o "Sonho X Realidade", porque muitas pessoas possuem sonhos como falei sem sentindo e sonhos importantes, porém a realidade não permite realizar ele, talvez uma realidade financeira pois a crise que o Brasil está passando acaba com o auto estima da galera, no entanto me responde algo, por que desistir dos sonhos? Só porque não vai conseguir realizar ele agora? Ou o pior só porque alguém disse que é impossível? Você vai se dá por vencido por palavras de pessoas que não sabem o que você passou pra chegar até onde você chegou? Entenda algo, jamais desista dos seus sonhos por motivos de terceiros, por pessoas que falam que não vai dá certo, em vez disso fique feliz e mais confiante e queira sim conquistar isso. Eu comentei ali em cima que eu já desistir de sonhos, e hoje em dia eu me arrependo horrores disso, pois são coisas que sei que não poderei mais realizar, momentos que sei que não poderei sentir é bem triste e se eu pudesse pegar uma máquina do tempo e volta até aquele momento eu com certeza iria dá um breve esporro no meu eu do passado e fazer o que eu queria sem ficar com medo do que os outros iriam falar. Então não desistam dos seus sonhos, crie novos sonhos, projete futuros e viva o presente, eu vejo tanta gente, tantos adolescentes, tantos adultos que já aceitaram sua vida monótona e não querem viver nada novo, como se a vida deles já tivessem acabado, não sigam esse exemplo, não seja esse tipo de pessoa, e se você acha "ah tudo é chato, não sei pra quer ficar criando sonhos" só digo algo: Leia livros. A graça de ler livros é criar histórias e cenários e sentir a presença dos personagens ao seu redor, você estimula sua criatividade, e com sua criatividade em alta você começa a sonhar com coisas, como falei coisas sem sentindo e também coisas interessantes.

Mais uma vez, não desista dos seus sonhos, pelo contrário criei muitos outros.

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por esta no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :3

0 comentários:

Postar um comentário