30 de ago de 2016

Não Morra Pela Sua Waifu


Aloha Família. Cachecol aqui nesta tarde ensolarada e muito abafada parece que o vento desistiu da minha casa trazendo hoje mais uma postagem, desta vez iremos falar algo bem sério tentarei evitar o máximo de piadinhas idiotas que eu faço, hoje vamos comentar sobre o caso que está rodando o universo otaku nesses últimos dias. 

Bem pessoas o que irei comentar hoje vai ser bem mais sério que o normal, em todas as postagens eu sempre tento demostrar algo sério e o assunto de hoje óbvio não é algo engraçado e muito menos "interessante" mas sim algo chocante e triste, eu sempre estou fugindo de temas polêmicos porque isso não é a minha praia mas dessa vez eu sinto que tenho que falar algo, antes então de partimos para a postagem gostaria de explicar talvez um termo que muitos não conhecem, o "Waifu" esse termo é muito usado no Japão para denominar sua "esposa" tipo assim, digamos que você é muito fã de uma personagem de anime me usando como exemplo eu coloco a Megumi do anime/manga Shokugeki no Souma que é uma das minhas personagens preferidas do universo dos animes. 

Então as vezes a pessoa só gosta, porém tem vezes que o cara ama essa personagem de um nível tão alto a ponto de imaginar que ela é sua namorada/esposa isso pode parecer bobeira mas no universo otaku de fato é algo muito comum, e por que seria tão comum? Acontece que muitos otakus são crianças/adolescente muitos não, a maioria é criança e adolescente, e nesse mundo onde vivemos cheio de padrões de belezas e todas as questões sociais, temos vários adolescente que não sabem se expressar ou chegar em uma garota pois tem medo não de tomar um "não" pois isso já virou costume mas sim de ser ridicularizado, e ao assistir o anime além de se divertida com tudo que acontece ele começa a ter um carinho pelo personagem, pois pra ele aquela personagem sempre vai ser alegre, sempre vai está presente, sempre vai ser perfeita independente do que o mundo diga, porém as vezes isso é só uma fase ou não passar disso, mas também as vazes algo muito ruim acontece e é isso que irei conversa com vocês agora. Tudo que irei comentar esta sendo retirado do vídeo do DS do Notícias Anime United "www" ele abordou de uma maneira e eu estou abordando de outras com meus comentários pois senão qual seria o motivo da postagem certo? Vamos então ao ocorrido:

Temos nessa triste história como protagonista o Taylor um adolescente de 15 anos que morava na Costa Rica e era estudante normal do sétimo ano e assim como eu e provavelmente você que esta lendo, Taylor era um otaku que comprava várias coisas de animes e coisas do nosso universo que até então está ok, mas Taylor também era apaixonado terrivelmente apaixonado pela Ikaros da série Sora no Otoshimono aquele amor fiel de ter uma só waifu e aquele vício louco de querer ter tudo da Ikaros pra ele, eu já tive essa loucura e sai comprando tudo que via dos personagens de To Love-Ru. Esse amor pela Ikaros foi tomando por completo a rotina dele, a vida do Taylor girava entorno de ter os produtos da Ikaros de comprar qualquer coisa envolvida a ela, por ele ser um estudante bem mediando no colégio os seus pais sempre davam dinheiro pra ele comprar as coisas dele no colégio ou sair com os amigos, mas depois de ler tudo isso vocês já devem imaginar com o que ele gastava o seu dinheiro né. Esse fascínio pela personagem se tornou tão insano e doentio que ele começou a desistir da vida social, foi se distanciando de amigos e parentes só queria viver dentro do quarto e dedicar sua vida praticamente a Ikaros mas isso não foi o suficiente, ele praticamente desistiu de tudo no momento que escreveu uma carta de suicídio para seus pais e se enforcou em seu quarto com uma corrente. Eu de fato estava preparando o terreno pra dizer isso, porque para pra entender, o cara amava tanto uma personagem que ele desistiu da sua vida, ele cometeu suicido pra se encontrar com a Ikaros, a sua waifu que ele tanto amava. 

Assim que eu li essa notícias que por sinal se quiser ler sobre isso só clicar aqui "www" nesse site da Costa Rica tem toda as notícias direta de lá com a carta e tudo mais, pois óbvio não irei nem traduzir ela e muito menos colocar aqui se quiser saber de algo só entrando lá, então voltando ao assunto, assim que eu li essa notícias eu fiquei bem irritado, eu sempre fico irritado pois esse não é o primeiro caso e muito menos o último de otaku se suicidando por causa de um personagem ou de alguma obra, eu não vou extrapolar nas palavras e nem dizer com sentimento tudo o que estou pensando pois eu não sei como é a vida de cada um, em questão amorosa eu estou em um relacionamento com a mesma garota desde os meus 15 anos irei noivar esse ano se tudo de certo e nunca sofri bullying ou algo desse tipo tanto no colégio como na sociedade, minha vida de longe é perfeita mas eu também não fui um "merda" na infância e adolescência.  No entanto eu sou otaku desde que eu me entendo por gente, eu sempre tive noção do que é certo e errado,  meu irmão de 7 anos que assiste anime sabe o que é certo e o que é errado, que se matar por um personagem NÃO é algo normal e muito menos viável e sim algo doentio, meus amigos você se quer pensar em suicídio por causa de um personagem de anime é algo sim doentio você precisa SIM de ajuda médica. Pois assim como o DS falou em seu vídeo os animes, mangás, jogos e tudo mais do universo otaku não passa de entretenimento assim como você talvez assista suas séries sempre que sai episódio novo eu aqui assim meus animes sempre que sai episódio novo não é nada mais do que entretenimento, eu acompanho sim temporadas de anime e semestre dos mangas tudo envolvido ao universo otaku eu sempre estou por dentro pois isso já é algo que esta na minha vida, é como eu gosto de dizer um "vício suave" aquilo que não vai destruir a minha vida, que se eu me afastar eu sei que irei sentir uma falta gigantesca mas não vou morrer.

E o que mais me tira do sério o que mais me irritada é ver as pessoas julgando os animes, julgando a obra Sora no Otoshimono pelo suicido de Taylor é algo que me da raiva e nojo, pois jogar a culpa pra outra pessoa é muito fácil e ainda por cima jogar pra cima de algo que não vai ter como se defender é mais fácil ainda, mas eu vou se contra a isso e lembrar a todos que ainda possuem opiniões a favor de que a obra Sora no Otoshimono seja a culpada, eu gostaria de lembrar a todos que Taylor só tinha 15 ANOS ele era uma criança, e cabe aos pais e somente a eles dizer o que o filho pode ou não fazer e colocar rédeas na criança, hoje eu tenho 19 anos e até hoje eu digo tudo que estou fazendo pro meus pais e se eu não dizer eles veem atrás pra saber, então uma criança de 15 anos que esta obcecada por uma personagem de anime e os pais não enxergam isso, acham que é só uma "fase", pelo amor de Deus né vamos ser cientes, por exemplo se eu sou pai e vejo que meu filho esta comprando coisas como se não houvesse o amanhar de uma personagem e que o quarto dele parece mais um templo espirita daquela personagem do que de fato um quarto eu tenho que ter noção de que algo está errado, eu tenho que começar a dizer "não não filhinho vamos segurar as pontas ai". Eu prometi pra mim mesmo que não iria nem extrapolar e nem julgar os pais, porém gente não tem como, eu tento imaginar o quão dolorosa deve esta a vida dos pais de Taylor, mas se eles tivesse agindo antes o Taylor ainda estaria vivo, e não jogar nem que seja parcialmente a culpa pra cima dos pais é a mais pura hipocrisia. 

Da mesma maneira que aconteceu com o Taylor na Costa Rica, pode muito bem acontecer com alguém aqui no Brasil, entendam meus amigos que a vida é algo seu, única coisa nesse mundo que você pode bater no peito e gritar pra todo mundo ouvir que é seu, não jogue fora isso, não desista da sua vida pra "estar" com um personagem pois acredite você não vai estar, não morra por um personagem e nem por ninguém, se você tem 15 anos e tomou aquele fora daquela garota ou dele menino que você achava lindo e acha que o seu mundo acabou eu estou aqui pra dizer que NÃO seu mundo não acabou pelo contrário ele apenas começou, mostre pra você e pro mundo que seguir exemplos de animes não é algo errado, em shoujo quando uma garota ou garoto toma um fora ou não de alguém que ama, em vez de desistir e ir se matar o personagem levanta o peito e tentar se torna uma pessoa melhor pra agradar a pessoa que ele ama, não desista da sua vida só por causa de um anime, eu já tive 15 anos e eu sei como é querer larga tudo pois o mundo não te compreende eu sei como é isso, você apenas esta mudando e começando a se adaptar a vida adulta e eu sei pode ser horrível mas uma hora a gente acostuma, então não desista agora pois eu tenho certeza que o seu personagem preferido que a sua waifu não iria aprovar isso.

Eu estou cansado de ler casos de suicídio por causa de animes, é cada caso que a gente tenta entender mas é o mesmo que nadar na areia, não saímos do lugar. Eu nunca pedi isso, mas hoje e somente hoje eu peço que compartilhe isso para seus amigos, pois talvez você ai não sabe mas seu amigo deve esta com uma confusão dentro da cabeça e pra ele desisti da vida é a melhor coisa, nessa hora que você tem que ser amigo e esticar a mão pra ele e ajudar ele seguir em frente e continuar vivendo, pois a morte não foi feita pra pessoas novas, mas sim para as pessoas velhas pois elas sim já aproveitaram tudo que a vida tem para dar. 

Então isso é tudo pessoal
Desculpe se acabei explodindo, eu só não consigo me segurar com assuntos desse tipo
Obrigado por estar no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :3

0 comentários:

Postar um comentário