26 de abr de 2017

E essa Baleia Azul?


Aloha Família. Amantes de Baleias Azuis e Humanos que precisam de conversas. Cachecol aqui nesta tarde muito meus amigos muito muito ensolarada, eu amo e odeio o Rio de Janeiro. Trazendo hoje mais uma postagem para o blog, hoje pra conversamos de uma maneira bem mais séria que o comum sobre esse "jogo" Baleia Azul.

Então meu caro, se você veio nessa postagem pra saber do que se trata essa Baleia Azul ou que "jogo" é esse, bem desculpe informa que você está no lugar errado, não eu não irei falar sobre o jogo Baleia Azul, ou melhor, eu irei falar, mas não falar o que é. Se caso você está querendo saber e entender o motivo dos jornais e a internet estarem pirando sobre, só fazer uma busca rápida no Google que você encontra tudo.

O que iremos conversa aqui é como esse jogo está causando histórias erradas e ele em si é um gatilho maravilhoso ou não para alguém com depressão. Como falei antes é só pesquisar no Google o que é, porém brasileiro é um povo que já tem uma história não muita boa na internet, então se caso você ver piadas sobre isso tente desconsiderar. Esse jogo como muita gente leu começou na Rússia, o lugar que sem informação nenhuma eu chuto dizer ter o maior índice de jovens cometendo suicido, ai esse joguinho maroto que já existia há muito tempo volta com uma força enorme e ele foi usado como alvo dos suicido, se a galera se matar a culpa é do jogo, isso é claro começou na Rússia, ai quando todo o mundo soube disso adolescentes que estão passando por momentos complicados pesquisaram mais sobre o jogo e hoje em dia estamos ai nesse ritmo que a cada semana temos pelo menos umas duas ou três mortes “causadas” pelo jogo. 

O ponto que eu quero tocar primeiro é que sendo bem clichê, o jogo não só atingi a pessoa que vai cometer o terrível ato, e eu não estou falando da família que vai ter uma perda enorme, mas sim outras pessoas que não tem nada a ver com o suicida, têm desafios, por exemplo, que tem que entregar balas envenenadas para crianças... Sério isso... Teve até uma reportagem de uma criança com doenças mentais quase sendo maltratada pelos "jogadores". Por esse motivo eu digo que o jogo vai muito além de só completar o estágio 50º que é se matar, até chegar lá você que está jogando pode destruir muitas outras famílias, a pergunta que não some da minha cabeça é "A troco de quê?".

Os adolescentes em sua grande, ou melhor, quase toda a sua maioria tem algum probleminha, isso acontece por vários motivos: brigas dentro de casa, bullying no colégio, falta de amor próprio etc... Eu sei disso porque eu já passei por isso, eu já fui adolescente, eu já achei que era ateu, eu achei que todos da minha família me odiavam, por muito tempo eu não gostei do meu cabelo grande e nem do meu jeito de falar e agir, só tinha um estilo de música, entrava em brigas sem necessidades e por ai vai, a lista é enorme. Eu já fui adolescente e sei o que VOCÊ que talvez esteja lendo isso está passando, e adivinha é só uma fase, não nada vai ficar bem agora e nem tão cedo, dizer pra um adolescente que está com problemas em tudo que "daqui a pouco tudo vai ficar melhor" só vai piorar a cabeça da pessoa. Se você tem depressão ou conhece alguém que tem procure alguém pra conversa, guarda pra você só vai piorar e ter pensamentos suicidas é o primeiro passo para a sua total destruição, e talvez isso fique contigo por muitos anos, eu comecei a me sentir mal por volta dos 15 anos e só foi melhorar por volta dos meus 19 quando entrei pra faculdade. Não melhorei em uma semana ou em dois meses, levei muito tempo, talvez isso aconteça contigo, o que cabe agora é saber se você vai conseguir se mantiver em pé nesse primeiro desafio da sua vida, pois sim muitos outros irão vim e se você passar por esse os demais serão muito mais tranqüilo isso eu posso te garantir com firmeza. 

Não procure por esse jogo, esse jogo não vai ser o causador da sua possível morte se é isso que você está pensando, mas ele vai te ajudar, se você está passando pelo o que eu falei que passei ali em cima, procure alguém pra conversa, se caso não tiver ninguém me chama no twitter eu to online sempre, faça qualquer coisa menos deixar pensamentos derrubar você, esse jogo está ai pra acabar contigo, ignore tudo sobre ele, mesma coisa o seriado novo da Netflix 13 Reasons Why que é um seriado incrível, porém sim se você tem algum tipo depressão não deve assistir, pois ele ajuda e muito aos pensamentos ruins dominarem a sua vida. A pessoa vai assistir e pensar “poxa se eu morrer também as pessoas irão se preocupar comigo, como acontece no seriado” Descarte isso da sua cabeça, as coisas não são assim tão fácies. 

Eu só estou escrevendo essa postagem, pois eu estou vendo muita gente comentando sobre o jogo e o seriado e dizendo que nada disso é real, que a pessoa só quer chamar atenção e blá blá blá... Eu discordo por completo de tudo isso, se você tem algum tipo de problema ou carência eu recomendo buscar ajuda e não ficar trancado no quarto o dia todo achando que algo vai acontecer, e nem ficar procurando saber sobre esse jogo. Como falei não vai ser o causador da sua morte, mas sim o gatilho, o empurrão, o tapinha nas costas que você precisava, e entra para esse jogo não é só você e sua família que irão sofrer, mas sim as diversas outras e você vai destruir. Pense nisso também, ou talvez nem pense e invés disso vai ver um filme da Disney, vai ouvir Forfun ou Braza, vai dá uma volta e respirar um ar fresco, vai viver... Porque isso não é um jogo de vídeo game, se você morrer não tem continue, não tem “coloque mais uma ficha”, não tem “pague mais 10 reais e continue jogando” não meu caro, se você morrer acabou TUDO. Não jogue tudo pro alto só porque você se sente mal, converse com alguém. 

Então isso é tudo pessoal.
É um assunto chato, mas eu tinha que falar, tem muita coisa ainda pra comentar mais vamos fechar só com isso hoje
Obrigado por estar no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :D

0 comentários:

Postar um comentário