10 de mai de 2017

Yuusha ga Shinda! - Um Herói Muito Zoado


Aloha Família. Grandes Heróis e Lolis Necromantes. Cachecol aqui nesta noite estrelada e um pouquinho abafada, trazendo hoje mais uma postagem para o blog. Hoje meus amigos iremos falar sobre Yuusha ga Shinda um mangá muito engraçado que merece um pouco de sua atenção.

Na grande maioria das vezes os personagens de mangás shounens são pessoas incríveis, tem personalidades únicas e tem todo aquele ar de superioridade que aceitamos mesmo não querendo tipo Naruto e Luffy ou até o Natsu, são personagens incríveis que simplesmente aceitamos esse seu lado de “sou herói” sem perceber nada. Isso quando os clichês não dominam quase toda a obra. Tipo quando o mangá é de luta que as coisas extrapolam mesmo, os personagens são bem fortes ou fisicamente ou tem um poder insano ou as vezes são inteligentes e até tem vezes que eles são todas essas coisas e mais um pouco, com eles tudo é resolvido em questões de segundos ou depois de apanhar muito que com isso magicamente eles ficam fortes. Ou as vezes nem é poderoso porém alguma coisa muito louca acontece e eles ficam fortes por causa disso...

Bem são diferentes motivos para criar um personagem incrível, um personagem que vai ter uma evolução sem igual na história do anime, mangás ou light novels entre outras coisas que utilizam muito disso, porém meus amigos hoje iremos conversa sobre Yuusha ga Shinda e descobrir como Touka consegue quebrar todos os paradigmas de como ser um grande herói e mesmo assim ainda acaba virando um.

O que irei falar aqui é baseado no primeiro capítulo, então relaxem que não vai ter spoiler nenhum, logo que começa o mangá conhecemos Touka e sua pacifica vila, na qual por sinal ele ama bastante, não a vila mas sim a sua vida, a casa dele e sua mini fazenda que talvez seja a coisa mais importante pra ele, e com isso alguns novatos no mundo dos mangás já começam a descarta que esse personagem seja o principal da obra... Principalmente pelo fato do Touka não só gosta dessa sua vida pacifica mas sim ter um amor especial em colocar meias em coxas, ele até compartilha isso com sua única amiga, que claro não é a maior fã desse amor dele. O ponto forte da comédia e ai que você percebe que tem algo muito errado em tudo isso é que já que ele não tem coxas para cobrir com suas diversas meias, ele começa a colocar as meias em seus rabanetes... Sim sim e sim é estranho mas engraçado também.

Além dessa vergonha alheia, descobrimos algo muito interessante e que salva o Touka dos nossos pensamentos de personagem inútil. Touka é um mestre nas artes das armadilhas, ele sabe muito bem como criar uma e ele só cria essas armadilhas pois esse mundo além de humanos também tem muitos monstros pois claro não seria shounen sem monstros.

Dado essa pequena introdução que parece meio que uma análise do primeiro capítulo, o que eu posso fazer para te ajudar a querer ler esse mangá. Bem primeiro de tudo ele tem várias cenas de luta engraçadas, temos um personagem principal que simplesmente como falei quebra todos os paradigmas de o que é um personagem de mangá shounen, ou melhor de o que é um herói de mangá shounen. Muitos outros personagens mais bizarros aparecem ao longo dos capítulos, como lolis necromantes, lutadores apaixonados, princesas que comem como pedreiros, lunáticos que querem matar pessoas só pra tocar em seus ossos e daí por diante. Yuusha ga Shinda ganhou meu respeito em questão de personalidade de personagens e evolução deles, em roteiro e claro na comédia, pois tudo isso que eu falei desde quando comecei a postagem só é possível, só flui em um ritmo legal porque a comédia estão muito bem encaixada na obra. Se você quer rir, ver lutas, rabanetes com meias e até algumas cenas bem legais de ecchi, Yuusha ga Shinda é o seu mangá.

Além de claro do personagem que era pra ser o principal, o grande e magnifico herói que todos no mundo amam, e quando falo mundo é tipo mundo mesmo que todos admiram e querem ao menos conversa com ele pelo nível de poder e carisma que o cara tem, todos gostam dele menos é claro o Touka que no fim do primeiro capítulo acaba ficando feliz pelo o que acontece com esse herói mas que aos longos dos capítulos começa a ver isso como azar.  Claro só lendo pra entender isso.

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por estar no meu blog.
E pra você que esta lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :D

2 comentários:

  1. Admiro muitos seus posts! Por favor continue fazendo esses blogs que eu vou continuar lendo, ok?

    ResponderExcluir