19 de set de 2017

Comentários Finais - Aho Girl


Aloha Família. Garotas Malucas de Plantão e Casais Infantis que Foram Forçados a ficar juntos. Cachecol aqui nesta tarde quase virando noite bem abafada, trazendo mais um texto para o blog. Hoje pra falarmos de Aho Girl. 

Aho Girl: Yoshiko, uma garota genuinamente burra. Ela anda na escola com seu amigo de infância, o qual ela diz que gosta, e ele tem que aguentar o comportamento ridículo dela, enquanto tenta odiar e se afastar dela que praticamente é impossível.

Questões Técnicas: Um anime é curto, seu tempo é curto, então deveríamos ter uma boa animação e um bom enredo, já que é pouco tempo de tela, porém como o anime mesmo sendo comédia tem muitas cenas de agitação a animação não é lá das melhores e eu mesmo nunca vi nenhum anime do estúdio ou se já vi nem lembro mais, porém mesmo sem uma boa animação, ele ganha muito bem no quesito comédia, Aho Girl uma das melhores comédias da temporada, além de que agora eu estou apaixonado pela dubladora da Yoshiko. 

O Que Achei: Eu comecei assistir sem grandes esperanças, eu sabia que era um anime de comédia e que algumas coisas seriam bem encaixadas, porém nunca imaginei que eu iria rir tanto assistir, principalmente por ele ter sido um anime que usei pra tapar buraco de outro que eu dropei no começo, e mesmo assim foi um anime incrível, uma comédia incrível e algo bem difícil de acontecer que foi personagens únicos sendo explorados, tudo muito bom mesmo. Pra mim o melhor anime de comédia que foi lançado

Zona de Spoiler: Não tenho muito que falar aqui, por ser comédia não tivemos uma história sendo seguida por completo, o que eu posso dizer é que o último episódio foi muito bom porque conta o passado dos personagens, mostra que ambos são estranhos desde pequenos. Tirando isso, sem grandes comentários sobre a obra. 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por estar no meu blog.
E pra você que está lendo esse texto, sinta-se abraçado pelo Cachecol :D

0 comentários:

Postar um comentário