2 de out de 2017

Comentários Finais - Made in Abyss


Aloha Família. Aventureiros do Abismo e Relíquias Poderosas do Abismo. Cachecol aqui nesta noite abafada e com chuva mas ainda assim abafada. Trazendo mais um texto para o blog. Hoje pra falarmos sobre Made in Abyss, esse anime que só tinha carinha de fofo, mas que no fim era um belo filho da mãe

Made in Abyss: O "Abyss" é o último lugar inexplorado no mundo. Criaturas estranhas e maravilhosas vagam por dentro dele e está cheio de preciosas relíquias que os seres humanos atuais não podem recriar. Aqueles que se atrevem a explorar as profundezas são conhecidos como os "Invasores de Cavernas". Uma órfã chamada Riko vive na borda. Seu sonho é se tornar uma Invasora de Caverna como sua mãe e resolver os mistérios do sistema de cavernas. Um dia, Riko começa a explorar as cavernas e descobre um robô, que se assemelha a um menino humano.

Questões Técnicas: Um anime muito bem animado, muito bem aproveitado em questões de trilha sonora e ferramentas para imersão, além de tudo um anime muito bem adaptado. Não conhecia nem o diretor e o estúdio, mas posso dizer a parti de agora que esse anime já ganhou meu respeito. 

O Que Achei: Foi um anime bem acima da média, do começo até o fim, ele soube a hora certa de tirar o folego e a hora certa de fazer você se acalmar, acho que esses dois pontos são muito importantes na hora de criar um anime com uma história tão densa assim. Sendo bem sincero a Riko foi a personagem que eu menos gostei, queria ver ela morta várias vezes, fiquei bem feliz com a chegada da Nanachi pois ela sim tem um peso na história, ela foi a causadora da mudança temperamento no anime e esse foi o ponto necessário para a minha nota.

Zona de Spoiler: Quando eu li que o episódio 13, o último episódio seria um especial de 1 hora eu confesso que pensei muito em enrola bastante o anime, empurra com a barriga e não assistir, no entanto quando eu soube que era contando a história da Nanachi eu mudei por completo meu pensamento, e depois de muito tempo assistindo anime eu quase chorei com o episódio, agora sim eu entendi o motivo de todo mundo falar pra eu tomar cuidado do o anime, que ele não é tão fofinho assim, fiquei triste pela Mity mas ao mesmo tempo achei interessante o que aconteceu, pois assim a Nanachi é o que é hoje graças a tudo isso, uma personagem única. Espero bastante que venha algo novo, por enquanto irei ler o mangá, que pra quem quiser saber é a parti do capítulo 25 que a história segue.

Minha Nota no MAL: 10, não tinha como não ser 10. É um anime simplesmente surreal de bom, eu fiquei bem imerso na história e me vi várias vezes chocado com o que acontecia, um anime dessa maneira não levar um 10 seria mentira.

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por estar no meu blog.
E pra você que está lendo esse texto, sinta-se abraçado pelo Cachecol :D

0 comentários:

Postar um comentário