11 de out de 2017

Primeiras Impressões - Kino No Tabi: The Beautiful World


Aloha Família. Motos Falantes e Dorminhocos Armados. Cachecol aqui nesta tarde que eu não sei como está, já que é postagem programada, trazendo mais um texto para o blog, hoje com as minhas primeiras impressões de Kino No Tabi: The Beautiful World.

Kino No Tabi: The Beautiful World - The Animated Series: A protagonista Kino, acompanhado por sua motocicleta falante, chamada Hermes, viajam em um mundo místico com muitas cidades e florestas, onde encontram pessoas vivendo com seus costumes únicos. Kino apenas passa 3 dias e 2 noites em cada cidade, sem exceção, baseado no princípio que 3 dias é o suficiente para aprender tudo que é importante sobre um lugar, ainda deixando tempo suficiente para explorar terras novas. Kino diz na terra da Dor Visível que esse princípio é provavelmente uma mentira, acrescentando "se eu car mais, temo que irei querer permanecer para sempre.

Questões Técnicas: É um anime bonito e bem desafiador, pois temos uma personagem que é uma viajante e que fica no máximo 3 dias em cada lugar pra aprender sobre ele, logo temos ai uma obrigação do diretor junto do roteirista pra cada episódio trazer algo inédito e novo, e se for com base nesse primeiro episódio também queremos algo filosófico. Uma animação bem fluida também, eu achei muito bem trabalhado o designer mecânico (moto e armas), gostei de como foi também incorporado as reações com sangue e coisas nesse nível, foi bem realista tudo isso. 

O Que Achei: Tenho muitos elogios ao anime, primeiro episódio já chegou batendo no peito e mostrando como surpreender alguém, no entanto alguns pontos de dúvida surgiram nessa minha caminhada, como por exemplo todo mundo achar normal motos falar, uma motocicleta falante pelo que parece é algo aceitável nesse mundo, isso é algo que me deixou curioso e não foi explicado, assim também como motocicleta dentro do quarto que fica no segundo andar... Como assim? Além das dúvidas o que eu mais curti pelo menos até agora é esse tipo de personagem fria e sem sal que a Kino demostra ser, ela não confiar em ninguém e parece sempre ser alguém na dela, isso tem meu respeito e me conquistou bastante. 

Zona de Spoiler: "Não é proibido matar, mas não quer dizer que é permitido" essa frase se perpetuou bem no episódio e me deixou louco de felicidade, o episódio todo ficou falando da cidade que não é proibido matar, que se você matar alguém não é preso por isso e tudo mais, no entanto nada acontecia, nenhuma cabeça rolava e pelo contrário todos ali pareciam tão educados, no entanto no fim podemos ver que de fato não é proibido matar, o carinha lá que foi deixado pra trás pela Kino foi atrás pra matar ela, porém foi impedido pelos cidadãos desse país ou cidade com a seguinte frase: "Não é proibido matar, mas não quer dizer que é permitido", você pode matar, mas vai pagar por isso, e meus amigos como ele pagou hein, primeira vez que vejo em um anime um semblante de dor com as flechas que foram atiradas em cima dele. Espero que mais de coisas desse nível venham acontecer no anime, mais momentos assim. 

Minha Nota Para o Episódio: 10; O episódio teve um começo meio e fim, Kino não foi bem explorada nesse episódio, mas tenho esperanças que nos demais ela venha ser muito mais trabalhada, assim como pelo amor de Deus me expliquem como todos acham normal uma moto falar, ganhou minha nota só por todos acharem normal isso. 

Então isso é tudo pessoal.

Obrigado por estar no meu blog.
E pra você que está lendo esse post, sinta-se abraçado pelo Cachecol :D

0 comentários:

Postar um comentário