JapãoUP – Governo Japonês Querendo acabar com sites piratas de animes


Aloha Pessoas. Cachecol aqui nesta tarde nublada e gelada, nem acredito que vai finalmente chover, estou tão feliz por isso. Hoje estou trazendo uma polemica e ao mesmo tempo um assunto bem interessante. 

Antes de entrarmos no assunto, quero lembrar vocês sobre um outro assunto que comentei há muito tempo e eu tenho quase certeza que não lembro nem o título do texto pra linkar ele aqui pra vocês, mas está perdido em algum lugar no blog. Eu tinha comentando sobre algo que deixou muitos otakus do Brasil e Portugal bem chateados, que foi a saída do Anitube dos nossos servidores. Acontece que o Anitube estava fazendo muito sucesso, sempre foi um dos maiores sites de anime antigamente, porém aconteceu que esse site acabou abrindo os olhos dos japonês pois boa parte das visualizações eram de lá, com isso da noite pro dia o site saiu do ar aqui pro Brasil, o que soubemos dessa história foi que o dono do site vendeu todos os direitos para o Japão, agora só quem pode assistir animes é a galera de lá, claro que hoje em dia já tem outro Anitube pra todo mundo, pois boa parte da equipe daquele antigo veio pra esse novo. Mas que foi uma polemica grande aqui no Brasil não podemos deixar de lado. 

E é sobre isso que estamos aqui novamente, deste vez virou notícia que o governo japonês está querendo derrubar esses sites de anime, pois sim meus amigos assistir anime online nesses sites é ilegal, não ilegal a ponto da Policia Federal invadir sua casa e te prender, mas o suficiente pra irritar uma galerinha do Japão. Na pauta de discussão dos parlamentares japonês três grandes sites foram citados: Manga Mura (voltado só para mangá) o Anitube! e o MioMio (ambos de animes), o ponto da discussão é que esses três sites por exemplo, infringem a lei dos direitos de propriedade intelectual que basicamente é: Não pode mostrar, mas estão mostrando


Essa ideia é ruim, pois se no Japão cair alguns sites, chances de cair no Brasil são enorme, pois caiu no Japão, vai cair nos Estados Unidos, se cair no Estados Unidos, que anime vai ter pra se colocado nos sites Brasileiros? É um efeito domino gigantesco, só que a polêmica por trás disso é muito mais grave do que meros animes, pois um dos membros do Partido Liberal Democrata, Gaku Hashimoto, falou em seu blog que coisa da hora hein, que é preocupante o governo de preocupar com páginas de animes, em vez de ir atrás de pornografia infantil. É meus amigos como tem isso, é algo nojento, você ver animes lolis e acha que está vendo algo pesado, pesquisa só um pouquinho em mecanismos de pesquisa japoneses que coisas piores irão aparecer. 

Diante de toda essa polemica, minha opinião sobre tudo isso, é que não me vejo mais obrigado a assistir animes em sites piratas, não vamos mentir que há 5 anos atrás, só tinha Anitube e AnimeQ, todo mundo só assistir ai, mangás então só no CentraldeMangás. Só que hoje em dia as coisas estão diferentes, temos a Netflix trazendo vários e vários animes, com uma assinatura não tão cara assim, temos de graça animes na Crunchyroll, que tem sim sua versão paga que também não é tão cara assim, como você também pode assistir os animes lá de graça. Logo, pelo menos pra mim ninguém precisa prender-se a sites piratas pra conseguir ver seus animes preferidos. 

Então isso é tudo pessoal
Obrigado por estar no meu blog.
E pra você que está lendo esse texto, sinta-se abraçado pelo Cachecol :D


JapãoUP – Governo Japonês Querendo acabar com sites piratas de animes JapãoUP – Governo Japonês Querendo acabar com sites piratas de animes Reviewed by Edson N. B. Junior on 13:46 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.