Dragon Ball e a Logica do Bem vs. Mal



Aloha Pessoas. Cachecol aqui nesta tarde de chuva, trazendo mais um texto para o blog. Depois de alguns longos dias fora, voltei pra conversamos sobre como minha perspectiva ao olhar para Dragon Ball mudou da minha infância até hoje. Essa semana está sendo bem louca, já que estou viciado em Horizon Zero Dawn, no entanto nesse meio tempo me veio a cabeça falar desse anime.

Acho interessante antes de tudo, falar que faz muito tempo que não assisto Dragon Ball, nem sequer eu tive vontade de assistir essa nova temporada do Dragon Ball Super, então tudo que falarei aqui é bem baseado na minha infância assistindo Dragon Ball GT e o Dragon Ball Z.

Partindo nesse princípio e com minha mais alta falta de conhecimento em todo universo de Dragon Ball, é que hoje vamos conversa e eu vou colocar meu ponto de vista sobre esse anime que antes eu só achava que era de luta, mas que olhando de outro ponto percebi que ele é muito mais que isso.

Quando eu era mais novo, eu gostava muito de comparar Dragon Ball com muitos animes de luta da época, até animes incomparáveis, como Dragon Ball e Naruto, e pra mim Dragon Ball sempre foi superior pois ele tinha a lógica básica de Bem vs Mal e um lado saindo ganhando independente de como a luta está sendo construída, esse lado é claro era o bem, então pra mim era uma fórmula simples, Goku poderia tomar uma surra e no fim ganharia, pois ele era do time dos bonzinhos, talvez eu não fui o único a pensar dessa maneira, pois era o que tínhamos antigamente.

Mas ai, por exemplo, quase na mesma época veio Bleach, que também tem essa pegada, que também o lado do bem ganha no final, porém há derrotas e grandes derrotas na jornada dos heróis, e eu comecei a perceber que ninguém é imune e imbatível, até trazendo pro mundo dos esportes no anime Haikyuu o time principal perde muito mais do que ganha e com isso você se identifica gigantescamente com eles.

Eu tive esse pensamento por muito tempo, mas ai eu cresci, assisti e li muitas outras obras diferentes, comecei a pensar mais e olhar diferente pras coisas da vida, e cheguei hoje a conclusão que Dragon Ball em 2010 quando eu estava sentando assistindo pela manhã comendo um potão de biscoito, tentava me mostra várias vezes que existe um outro ponto de vista a ser visto no anime, que aquelas lutas era muito mais do que Bem vs Mal, eu pela falta de maturidade na época não consegui enxerga isso.

Confesso também que hoje não me considero também o grande sábio do monte, mas que em alguns pontos únicos dá pra ver de longe o que a história quer dizer, um exemplo claro é que antes eu sempre achei que Vegeta fosse um cara invejoso pelo poder do Goku, só que hoje eu entendo que não é inveja, é meio que uma admiração, enquanto Goku boa parte dele é algo natural, nos temos o Vegeta sendo o lado humano de quem assisti, onde conseguiu seu poder boa parte através de muito treinamento, treinamento inessivo.

Por muitas vezes, endeusamos o Goku como um cara incrível, mas nunca paramos pra ver bem como ele é um completo pai/marido ausente pra sua família, entenda, não estou dizendo que ele não os ama, mas sim estou afirmando de que ele não é presente em nada, seu filho aprendeu a lutar e aprendeu muito mais de tudo, graças ao Piccolo.

Esse foram alguns pontos que eu vi e me veio a cabeça agora, mas tem muito mais pra se falar, e eu volto algum dia com uma continuação dessa linha de raciocínio.

Então isso é tudo pessoal.
Obrigado por estar no meu blog
E pra você que está lendo esse texto, sinta-se abraçado pelo Cachecol :D

Dragon Ball e a Logica do Bem vs. Mal Dragon Ball e a Logica do Bem vs. Mal Reviewed by Edson N B Junior on 15:01 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.