Defeitos dos Hentais



Já vem um tempo que quero falar com vocês sobre algo que vem circulando na minha mente, na verdade muita coisa circula na minha mente já muito tempo e as vezes tentar encontrar o que eu realmente quero falar não é algo fácil, porém não impossível e hoje eu decidir sentar aqui com vocês pra conversamos sobre hentais. Tirando claro todo o cunho pornográfico que gira por ele, e sim conversarmos sobre os defeitos que há nesse tipo de obra. 

Quando eu tinha por volta de 14 anos, meus animes era quase que por completo uma mistura grande de: Ação, ecchi e hentais. Para o meu dia ter um significado decente, eu precisava jogar uma partida de league of legends, ouvir algum rap de anime, assistir algum anime de luta com a galera se matando e finalizar com algum ecchi forçado que despertava coisas no meu corpo que sempre me fazia no fim ir para algum hentai. 

Que tipo de hentai eu assistia? Bem, isso vai tanto dos com uma história complexa, ou aqueles de comédia nada a ver, até os famosos doushinjis da vida que não é um gênero de hentai é um gênero que o hentai abraçou e usa pra valer. Doushinji é basicamente você pegar uma obra conhecida e fazer uma paródia ou uma história paralela com ela, hentai nesse caso, pega tudo e transforma em uma suruba desenfreada. Então não, doushinjis nunca foi meu estilo preferido, eu realmente curtia muito a ideia do romance e dos falsos ecchis que no começo não tinha nada e no fim mostrava tudo. 

Depois de alguns anos só consumindo o mesmo de tudo, eu decidir ir mais a fundo no infen--- digo, nas categorias de hentais e fui encontrando coisas bizarras, já assistir com monstros onde tentáculos nunca mais foram os mesmo pra mim. Conheci alguns com pegadas mais agressivas e que me causaram uma repulsa, vi estranhos que tem como o enfoque a traição como se fosse algo legal, mas na minha cabeça se faz sucesso é porque deve ter algum fetiche na galera em ser… traído? E eu decidir parar quando eu encontrei dois gêneros que em seus primeiros minutos de episódio eu olhei bem e disse “ok, isso definitivamente não é pra mim” hentais com lolis e com temáticas de estupro… Como há consumidores disso? Como há pessoas que sentem prazer em ver isso… 

Eu demorei muito pra pensar em como trazer esse assunto pro blog, porém todo o caso da Marina Ferrer e toda essa ideia absurda do “estupro culposo” me instigou a trazer o que eu pensava aqui. Então eu vou deixar por hora o assunto dos hentais de lolis, essa ideia de lolicon e envolvimento de crianças nos hentais pra um outro texto, pois é um assunto bem delicado já que a cultura japonesa ou melhor, cultura dos otakus que tem como lolis algo aceitável é algo difícil de entrar e falar, na verdade não é difícil, é algo horrível e se você ver hentai com loli você tem problema, porém eu quero estudar mais sobre o assunto antes de colocar meu pé pra dizer algo. 

Quero por hora trazer um pouco do que penso sobre hentais com a ideia do estupro, eu já vi dois tipos de hentai que abordam esse meio, onde a mulher é assediada no trem e metro, o que eu pesquisando descobri que é algo bem comum no Japão, triste isso, mas é comum ter algum doente tirando foto da calcinha de uma colegial que está só de saia, se você pesquisar nas profundezas da internet você vê gente comprando calcinha usada por preços absurdos, Japoneses são tão doentes como o resto do mundo nesse assunto. O outro tipo de hentai é o mais grotesco onde sempre vem junto a categoria da traição, onde o cara leva o seu superior do trabalho pra jantar na casa dele, e o cara fica bêbado e o superior vai lá e estrupa a mulher do cara… Mano isso é realmente algo comum, vai além de mangás, tem episódios em serie animada. O Yavo de 14 até seus 16 anos assistindo esse tipo de hentai achava algo tenso e parava na hora, hoje o Yavo de 23 anos vai assistir um hentai desse pra tentar entender o contexto e não consegue entender absolutamente nada. 

Por que raios estão gourmetizando a ideia do estupro nos hentais? Por que nenhuma autoridade grande do Japão virou seus olhos pra isso e não percebeu o quão horrível é? Ai sempre vem um e diz que na verdade é só desenho, não tem nada demais, então está tudo bem colocar um estupro no hentai pra otakus de 40 anos assistir como algo normal, mas colocar sangue em um anime de luta não pode porque é muito “pesado”. Vou contar um segredo pra vocês que na verdade nem segredo é, se o seu irmão, primo, filho ou até você, vê animes de luta, romance e comédia, em algum momento você vai conhecer os ecchis e em questão de dois cliques você vai parar nos hentais. Se colocar “+18” na frente da obra fosse parar alguém mais novo de consumir isso, um monte de fumante largaria o cigarro pois na embalagem diz que ele vai morrer. 

Esse texto é só a ponta do iceberg, pretendo trazer muito mais post pro blog com esse assunto, preciso conversa muito com vocês sobre como essas coisas não são saudáveis posso indicar pelo menos uns cem hentais diferentes com uma pegada muito mais leve e são ótimos, mas para alguns ver alguém implorando para o cara parar parece ser mais interessante, isso é doentio… 

Defeitos dos Hentais Defeitos dos Hentais Reviewed by Edson N B Junior on 18:22 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.