Falando Sobre Episódio - Horimiya - 3


Mais uma semana de animes, temos hoje episódio 3 de Horimiya, um episódio assim como todos os outros que já foram lançados, simplesmente maravilhosos. 


Horimiya - 3: 


Antes de começarmos nossas analise sobre episódio, eu quero comentar algo aqui que não posso deixar passar em branco, o Miyamura furou a orelha super de boa, sangrou um pouquinho e colocou o brinco? Que mundo maravilhoso esse que é tão simples assim? Eu usei gelo na minha orelha ainda doeu horrores, também furei sem gelo e a dor foi quase o dobro, além de que tive que furar já com o brinco pois furar sem e depois colocar o brinco dói bastante, já o Miyamura fez tudo isso e só soltou um “ai…” Serio anime? Galera vai achar que furar orelha é fácil, agora sim vamos para análise. 


Eu gostaria de dizer que o bullying é algo muito ruim na escola e que pode destruir toda uma infância/adolescência, que de fato é algo que acontece, porém nesse episódio esses flashback da infância do Miyamura não é bem um bullying é mais como um afastamento por preconceito, a galera da escola achava ele estranho e com isso ninguém queria ficar no grupo dele ou fazer dupla, crianças são seres perversos e maldosos por ter uma sinceridade muito forte. Miyamura então criou uma barreira pra não se magoar mais, como ele mesmo disse na cena que todos descobriram que estão na mesma turma, ele ficou com a ideia de “será que eu sou realmente amigo deles?” porque ele tem tanto medo de se abrir para eles que acha mais viável manter a distância, ele utiliza bem daquele famoso ditado “não mexe no time que está ganhando”, não julgo ele pois eu muitas vezes sou assim, você provavelmente já fez algo parecido em algum momento. Mas ai a quebra dessa barreira dele acontece quando a professora manda fazer grupo de quatro pessoas e ele já aceita que ficaria sozinho, até que algumas mesas começando ser colocadas próximo da dele, seus amigos começam a pedir caneta e decidir suas funções, ele fica perdido pois é algo natural que ele nunca passou. Miyamura é o famoso personagem humano dos animes, onde 80% de quem assistir se enxerga nele. já eu faço parte dos 20% que na escola era tipo a Hori


Tivemos uma cena rápida de um confronto entre a Hori e a garota de cabelo rosa que eu já desistir de gravar o nome pois já não gosto dela, está bem eu não serei tão ruim assim, é a Remi, mas que é nojenta é. Primeiro foi escondendo o seu erro e jogando pra cima da Hori naquela situação com conselho estudantil já que ela é a secretária do conselho. Agora ela para pra conversa com a Hori pra saber sobre o relacionamento entre ela e o Miyamura, e já mandou o tiro antes de saber a resposta, dizendo que se a Hori e ele não namoram, ela vai pedir pra sair com ela, ou melhor “vai roubá-lo pra ela”. Eu achei engraçado pois é uma personagem aleatória que deve ter alguma evolução mais pra frente, mas simplesmente aparece e diz que vai ficar com Miyamura, Hori tomou o passo a frente e disse que não deixaria o Miyamura pra ela e nem pra ninguém, pois o Miyamura é somente dela. Ciúmes é a palavra que definiu bem a Hori nesse momento. isso ai mulher, corre atrás do seu


Uma das cenas quase finais que nem precisava ser comentada, porém encantou muita gente inclusive a mim, é da Hori e do Miyamura assistindo filme até que eles decidem ver o tamanho das mãos, pois a Hori tem os dedos meio curvados desde quando nasceu e o Miyamura tem calos nas mãos de tanto escrever, era pra ser só mais uma cena ok, até que eles entrelaçam os dedos e começam a praticamente se declarar entre eles, um dizendo que gosta da sensação da mão que o outro tem e ficou nessa coisa fofa, então temos ai mais uma evolução para o namoro deles, estou marcando em uma tabela aqui passo a passo desse romance. 


E a cena final é o que eu esperava que fosse acontecer em algum momento, Remi nojenta conversando com a vice-presidente sobre o que aconteceu na cafeteria, falando que a Hori não deixaria o Miyamura para ela e tudo mais, no entanto alguém estava ouvindo essa conversa e tinha que ser logo ele, Toru ouviu tudo e não curtiu muito, ai temos Miyamura chegando com o rosto machucado dizendo que entrou em uma briga com Toru, todo mundo ficou sem entender já que ambos pareciam ser amigos, ai chega Toru todo machucado, conclusão do acontecimento, Miyamura recebeu só o primeiro soco, esquivou dos outros e bateu o dobro no Toru, os quietos são os piores, mesmo que a briga em si não foi nada sério e como Miyamura disse foi legitima defesa. 


Minha nota para o episódio: 


Já virou padrão né? 10 Cachecóis sem sombra de dúvidas, esse anime me faz ficar com um sorriso bobo, além de uma lavar minha alma, parece que consigo ter uma semana boa depois de assistir ele, é simplesmente mágico como tudo é tão perfeito. Até esses embates de dois amigos gostando da mesma pessoa e acabam brigando por causa disso. É tão adulto como eles acabam resolvendo a situação de chegar e trocar uma ideia. Animes de romance que irão ser lançados no futuro tem que aprender e muito com essa obra. 


O que esperar para o próximo episódio:


Até agora tudo está seguindo como queremos, estamos em buscar da declaração, quase tivemos algo nesse episódio, mas aquela cena deles entrelaçando as mãos já serviu de algo né? Acho que ou episódio 4 ou 5 já vamos ter pelo menos um "eu gosto de você", só confia nisso. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.