Primeiras Impressões - Vivy: Fluorite Eye's Song


Vamos engatar a segunda macha e entrar de cabeça nos animes da temporada de Abril? Está mais do que na hora e como só falta um anime pra finalizar temporada de Janeiro, acho mais do que justo soltar minhas impressões sobre esses animes de Abril que parecem interessantes. 


Vivy: Fluorite Eye’s Song:


Nierland – um complexo parque temático de IA, onde sonhos, esperanças e ciência se misturam. Criado como o primeiro humanoide autônomo com IA, Vivy atua como um elenco de IA para o estabelecimento. Para cumprir sua missão de fazer todos felizes por meio de canções, ela continua subindo no palco e se apresentando de todo o coração. No entanto, o parque temático ainda carecia de popularidade. Um dia, uma IA chamado Matsumoto aparece diante de Vivy e explica que ele vem de 100 anos no futuro, com a missão de corrigir a história com Vivy e evitar a guerra entre a IA e a humanidade que acontecerá em 100 anos. Que tipo de futuro o encontro de duas IAs com missões diferentes redesenhará? Esta é a história da IA destruindo a IA. A jornada de 100 anos da diva Vivy começa.


Questões técnicas:


Mais que anime bonito, fizeram cenários bonitos e toda uma atmosfera incrível, além de que tem um traço de personagem único com aqueles detalhes simples nós olhos da personagem que causam uma cena perfeita, músicas que provavelmente vai ser o ponto chave dessa obra, além das cenas de ação que não decaem. Não vi ainda a abertura nem encerramento, porém já espero que venha ser algo bom, gostei de como enredo foi jogado e claramente é um anime com bons ganchos, pois o primeiro episódio mostrou isso. 


O que achei: 


Sabe Guilty Crown e o jogo Detroit, agora coloca eles juntos em um anime, foi basicamente isso que eu entendi dessa história, até porque explica praticamente nada no começo do anime, no meio do anime você começa fica confuso e um pingo de luz aparece no final e ai eu começo a tentar entender a história. 


Ainda assim é algo que consegue me prender, costumo dizer que o primeiro episódio tem que me marca ou me dá essa vontade de assistir o anime e se isso não acontece eu costumo ficar bem desanimado, no entanto isso realmente não acontece nesse anime, gostei de como as coisas foram colocadas. 


Zona de spoiler: 


Essa ideia de viagem no tempo, ter alguém te explicando as coisas e parecendo ser um companheiro que está ali pra ajudar você a fazer tudo, ainda não colocou pra mim, mas até o momento que o primeiro episódio foi, até que está bem aceitável essa robô no ouvido da Diva falando o tempo todo, até sinto que ele está ali muito pra ser alívio cômico da obra e ficar dando dicas do que pode acontecer no mundo. E o final também é algo que extrapolou um pouco do que eu imaginava, não esperava ela saindo desse parque até porque achei que ela era presa naquele lugar, ai vai e salva o cara lá sem mais nem menos, um bom gancho pro próximo episódio. 


Minha nota para o episódio:


Vou dá uma nota 4, pois parece ser interessante, só que eu acho que se não dê uma incrementada aqui ou ali o anime vai cair em um limbo, eu lembro além do jogo e do anime que citei, achei muito parecido com Violet, então que esse anime traga essa mesma sensação. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.