É errando que se aprende


Se tem uma coisa que não só eu, e sim uma galera que vive cometendo erro é ter que ouvir “Mas é errando que se aprende né”. Ou talvez o pior de todos “Eu te avisei”. Toda vez que escuto isso me passa o pensamento de que ficar preso por assassinato talvez nem venha ser tão ruim assim, pois eu já sei que errei, não precisa vir em praça pública deixar claro tal ocorrido. 


Motivo desse texto surgi na minha cabeça as 5:58 de uma manhã de quarta-feira, é primeiro porque infelizmente não consegui sair pra correr pois esta chovendo, mas também porque assistindo vídeos no tik tok o que já virou muito mais que uma distração e está beirando ao vício. Lá encontrei um de vários vídeos falando de One Piece e nele temos uma cena bem interessante do no arco do Arquipélago de Sabaody, que de um resumo geral os integrantes do chapéu de palha são cercados e um a um é mandado pra alguma ilha, onde tem todo aquele treinamento e um time skip de dois anos. No entanto, assistindo pela primeira vez e acompanhando o mangá na época eu fiquei naquela pilha de achar que os personagens estavam mortos e que seria o fim da história. 


Esse arco não é um dos meus preferidos, porém é o que mais me traz uma reflexão sobre a vida, o que acontece nessa parte da história é como se fosse um puxão na corda dos personagens, um freio pra eles, obviamente eles não eram os mais fortes de todos, mas que estavam escalando em fama de uma maneira surreal e precisavam de um freio isso é fato.


E com certeza isso foi essencial para todos ali, perderem uma batalha, perderem o chão e entenderam que olha só… É errando que se aprende, e ai quem assisti One Piece sabe que acontece mais mil outras coisas depois e quando o bando se encontram novamente todos estão ultra roubados em questão de poder e tudo mais.


Agora trazendo esse pensamento para nossas vidas, o que podemos tirar de melhor quando há algum erro, claro que todo erro gera sabedoria, ou deveria pelo menos, eu costumo dizer bastante utilizando essa frase de algum sábio, “O inteligente aprende com erros, mais o esperto aprende com erros dos outros”, eu sei que a frase original não é assim, mas eu modifiquei pra usar desse jeito. Só que sendo bem sincero com todos aqui, eu sou do tipo de pessoa que dá conselhos e faz tudo ao contrário. 


No que se diz respeito há relacionamentos então. Eu vou lá, aconselho casais, aconselho solteiros, aconselho os amantes, aconselho todo mundo, mando todos irem com calma, mano todos pensarem duas vezes antes de dizer “Eu te amo”, mas eu mesmo… Pessoal eu já estou namorando, começo de Outubro eu tinha acabado de levar um pé na bunda e no dia 25 de Novembro eu fiz um mês de namoro com a nova garota que encontrei. Eu só aprendo com meus erros, parece que não aprendo mais aprendo… 


Aprendi que eu posso dedicar toda minha atenção a uma mulher, mas talvez do dinheiro não venha ser uma boa opção, pelo menos não no começo. Aprendi que confiar em alguém é sensacional, mas nem todo mundo vai se empenhar tanto quanto você e se você for traído a culpa da pessoa, não sua e olha só… Isso foi difícil, foi muito difícil de entender… 


Mas não vou deixar esse post acabar sem tentar parece que sou um cara impulsivo demais o que eu sou, Sim eu sou o cara que diz eu te amo muito rápido, me apaixono com um estalar de dedos e normalmente não me desapaixono nem tão cedo, só que tudo isso é na mais pura verdade do meu coração, eu só acho que temos tão pouco tempo no mundo pra ficarmos de joguinhos, ficarmos sofrendo calados, se eu sinto algo por alguém eu coloco tudo pra fora, se eu fui traído e magoado, não vou deixar essas dores subirem nas minhas costas e virem no meu próximo relacionamento, eu quero mais é amar todo mundo mesmo, sorri, chorar e viver a vida de uma maneira ótima. 


Pois só errando que se aprende mesmo. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.